Entretenimento

8 comportamentos brasileiros que deixam os gringos muito irritados

0

Nós já sabemos que os turistas de um modo geral, tende a simpatizar e muito com o Brasil. Nós temos muitas qualidades como nação e principalmente como população, somos atenciosos, acolhedores, animados e uma série de outras coisas.

Mas como sempre existe o dois lados da mesma moeda, consequentemente também temos os nossos “defeitinhos” e que irritam e muito quem vem aqui nos conhecer.

Nós aqui da Fatos, reunimos e copilamos os piores “pecados” que cometemos muitas vezes sem ao menos perceber, confira!

1- Manter os papeis usados no banheiro em um cesto ao lado da privada

01

Muitos brasileiros se quer sabem, mas o costume de manter todos os papeis usados em um recipiente dentro de nossas casinhas é brasileiro.

Para os “gringos” o hábito é considerado muito anti-higiênico (e olha que temos a fama de fissurados em limpeza), além de gerar estranhesa em quem vem de fora.

2- Falar muito alto

02

A grande maioria de nós se quer percebe, e só associamos esse costume aos italianos. Mas o brasileiro fala absurdamente alto sim. Para os orientais por exemplo, o volume literalmente pode incomodar, visto que em seus respectivos países, o costume é falar bem baixinho.

3- Puxar assunto com qualquer um e em qualquer lugar

03

O brasileiro gosta de fazer amizades por onde quer que vá. Somos um povo “caliente”, que gosta de aconchego, calor humano, conversa alta e muita atenção.

Consequentemente para sanar todas essas características desenvolvemos o estranho hábito de puxar assunto simplesmente com qualquer e a qualquer hora, mesmo que seja para atrapalhar um policial em serviço por exemplo. Pode ser no elevador, na fila do supermercado e etc. O famoso “- Tá quente hoje, né” vai sempre persistir.

4- Dividir a conta do bar pelo número de pessoas e não por aquilo que foi consumido

04

Pro brasileiro, ficar fazendo continhas, somando centavos e dividindo os 10% em partes iguais pode ser considerado um ato feio, a sensação que geralmente temos, é que quem quer fazer contas de mais é uma pessoas egoísta ou “mão de vaca”.

Essa visão por outro lado, é vista completamente diferente pelos estrangeiros, onde o feio é não pagar o que consumiu.

Por esse motivo, eles não se importam em fazer a conta conforme exige a matemática e pagar separadamente cada um a sua parte. Esse modelo até possui muitas vantagens, como não deixar um susto para quem for o último a acertar por exemplo.

5- Estar sempre fora do horário

05

Aqui no Brasil, se alguém marca um evento as 20:00, pode saber que os convidados são vão começar a chegar por volta das 22:00.

Mas tudo bem, já estava planejado, afinal, por aqui o anfitrião já marca o compromisso 2h mais cedo do que realmente gostaria que começasse, para dar espaço aos famosos atrasos.

6-  Usar o ‘sim’ como um talvez

06

O brasileiro é um povo emotivo, e que sofre com a dificuldade de dizer um não. Por isso temos a mania de “gambelar” o máximo que pudermos.

“- Você vai aparecer no aniversário hoje?
– Haa, vou sim. Mas qualquer coisa te aviso”.

Ponto! Isso para um gringo é nada mais e nada menos do que dar um bolo, pois um não é um não, e um sim só pode ser uma coisa, concordam?

7- Nossa facilidade para jogar lixo nas ruas

05

A grande e única questão é: Porque diabos achamos que está tudo bem, em jogar lixo na rua? Porque esse hábito absurdo se tornou tão natural e o pior de tudo, tão popular? Não é óbvio que tal ação se trata de um desvio muito grande de noção de certo e errado?

8- Como conseguimos criar filas para tudo

07

Daqui há alguns dias, vamos criar subsistemas de filas, onde será possível por exemplo, pegar uma fila, para entrar na fila e finalmente fazer alguma outra coisa em fila também.

E então queridos leitores, quais desses hábitos estão muito presentes na sua vida? Conta pra gente aqui em baixo pelos comentários.

8 sinais de que você não nasceu para ser amante

Matéria anterior

7 planetas que a espécie humana vai poder habitar um dia

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar