• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

8 fatos devastadores sobre Anne Frank

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      04/09/18 às 18h22

O nazismo, assim como as coisas que seu líder Adolf Hitler fez, são conhecidos mundialmente. Os mitos sobre esse regime rondam nossa história e nosso imaginário. A perseguição a grupos específicos com o propósito de limpar a Alemanha e deixar somente os arianos puros no país era um dos objetivos a serem alcançados. Hitler matou várias pessoas nos anos em que esteve no poder na Alemanha, e a jovem Anne Frank foi uma delas.

Ela morreu com apenas 15 anos e deixou como legado um diário escrito no período em que estava se escondendo antes de ser capturada. O diário de Anne Frank é conhecido em todo o mundo e a perseguição que a fez escrevê-lo também. A história da menina tem passagens corajosas e tristes que viverão para sempre nas páginas do seu diário. A vida da garota pode ser conhecida por muitos, mas nessa lista falaremos alguns fatos sobre a jovem.

1 - Ficando no mesmo lugar

A família de Anne tentou fugir da Europa para os EUA ou Inglaterra, mas não conseguiram. Cerce de 300 mil judeus fugiram da Alemanha nos anos que antecederam à guerra. Eles ainda estavam na Holanda quando a Segunda Guerra Mundial começou e também quando a Alemanha invadiu o país.

2 - Regras

Anne e sua irmã Margot foram forçadas a frequentar escolas judaicas. O pai das meninas perdeu seus negócios graças as regras impostas à comunidade judaica. Eles ainda tinham que andar com uma estrela de David amarela o tempo todo e tinham toque de recolher.

3 - Esconderijo

Os pais da menina tentariam deixar a Alemanha, mas não conseguiram. Otto, pai de Anne, junto de seus associados na empresa, criaram um lugar para se esconder dos soldados alemães atrás do empreendimento. No dia 6 de julho de 1942, Anne e sua família foram oficialmente para o esconderijo.

4 - Diário

O diário em que ela fez suas anotações foi dado como presente de aniversário para ela. Ela anotava tudo, desde citações que gostava de outros escritores até o tempo em que se escondeu. No dia em que ganhou o caderno está escrito: "espero que você seja uma grande fonte de conforto e apoio".

5 - Bagunça

Quando saíram de seu apartamento, a família de Anne o bagunçou para não levantar nenhuma suspeita do verdadeiro paradeiro deles. O pai da garota até deixou um bilhete para trás dizendo que eles tinham viajado para a Suíça.

6 - Confinamento

Em seu diário, a menina conta como foi difícil para ela e as outras sete pessoas escondidas em seu esconderijo ficarem quietos por lá para que não corressem o perigo de avistar alguma pessoa que os colocasse em perigo. Claramente a convivência ficava quase insuportável em alguns momentos.

7 - Emoções

Com o passar do tempo, as emoções de Anne variavam e ela parecia não ligar mais para o destino que sua vida tomaria. Em fevereiro de 1944, ela escreveu "cheguei ao ponto em que mal me importo se vivo ou morro". Mas algum tempo depois ela se recompunha e escrevia coisas como "quando escrevo, posso me livrar de todas as minhas preocupações".

8 - Trabalho

Quando estavam em Auschwitz, ela, sua irmã e sua mãe foram separadas de seu pai pela divisão de gêneros existente nos campos. Como elas foram capturadas escondidas, elas eram tratadas como criminosas e foram forçadas a puxar pedras pesadas e esteiras de grama.

Próxima Matéria
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+