Ciência e Tecnologia

8 tecnologias que ainda estaremos usando em 2030

0

Vocês se lembram quando as pessoas gravavam cds de músicas para seus amigos? E quando ficávamos imaginando como seria nos tempos de hoje, se teríamos carros voadores ou máquinas para voltar ao tempo? As pessoas mais velhas ainda vão se lembrar de como era mandar uma carta e não um e-mail. Pois é amigos, a tecnologia facilitou as nossas vidas em muitos aspectos, e a comunicação, por exemplo, está cada vez mais fácil e mais rápida. Falando nisso, já viu nossa matéria que mostra como eram as tecnologias no passado, que deram início a muitas coisas que usamos hoje?

Mas será que daqui uns anos as coisas que usamos hoje vão estar ultrapassadas? Bom, o colunista Avram Piltch, do site LaptopMag.com, fez uma lista de coisas tecnológicas que todo mundo, ou quase todo mundo ainda estará usando no ano de 2030, e nós trouxemos algumas dessas coisas para vocês, confiram:

1 – Computadores de mesa

1

Com tantos aparelhos portáteis que já existem, será que o computador de mesa ainda dura muito tempo? Para Piltch, quando nós queremos “trabalhar pra valer”, ter um trabalho que envolva multi-tarefa, o PC de mesa ainda é o mais útil, isso porque o computador de mesa pode se dar ao luxo de usar componentes maiores e mais pesados, e assim oferecendo mais poder de processamento ao usuário.

2 – Armazenamento local

1

Hoje em dia já existe a famosa “nuvem” para armazenar os documentos, e daqui um tempo todos nós estaremos usando essa forma de armazenar, deixando os HDS de lado. “Mesmo quando a maioria de nós tiver banda-larga de 1 Gb, armazenamento local sempre será mais rápido e mais seguro do que um disco remoto na rede de alguém”, afirma Piltch. Além disso, uma vez ou outra haverá alguma situação onde a internet não estará de fácil acesso, e teremos que usar esses dispositivos para ter acesso aos nossos documentos enquanto estivermos offline.

3 – Arquivos em JPEG

1024155-650-1449841033-zbhsxjh

Quem é fotógrafo vai se sentir insultado, mas o formato mais usado até hoje é o JPEG, mesmo por quem possui equipamentos capazes de tirar fotos em RAW, mais pesadas e melhores de se editar. O JPEG tem uma compatibilidade universal, e deverá garantir sua sobrevivência por muitos anos, até porque, ele está entre nós desde os anos 1990.

4 – Sites em HTML

1

O colunista disse que os sites deixarão de serem divididos em páginas, tendo um conteúdo atualizado de forma dinâmica, sem que o usuário precise carregar a nova URL a cada vez. Mas isso não quer dizer que chegará o fim da linguagem HTML, que é usada na web desde 1991.

5 – Wi-Fi

1024155-650-1449841033-zbhsxjh

Nos Estados Unidos, por exemplo, já existem alternativas viáveis de conexão sem fio, mas o Wi-Fi é preferência desde o ano de 1997. Transmissão de dados via Bluetooth, infravermelho ou 3G dificilmente irão substituir o Wi-Fi.

6 – Microsoft Office

1

E quem de vocês nunca usou um programa do Microsoft Office? O conjunto de programa deles voltado para o trabalho está no mercado desde nos anos 1990, e algumas alternativas gratuitas não chegam a substituir o pacote Office na maioria dos computadores.

7 – E-mail

1

Dificilmente o E-mail será substituído por serviços de mensagens disponíveis em redes sociais, devido a praticidade e eficiência dos E-mails. Além disso, os E-mails não nos obrigam a entrar em uma rede específica para nos comunicarmos, agora imaginem ser obrigado a entrar em uma rede social para mandar uma mensagem!?

8 – Baterias de íons-lítio

1

Elas podem ser cada vez mais eficientes e de um tamanho menor, e dificilmente elas irão desaparecer, afirma Plitch. Pode até ser que apareça outras alternativas, mas provavelmente vai demorar para atingir um grande público. “Afinal, baterias de íons-lítio não se tornaram comuns até o final dos anos 1990, mesmo que seu desenvolvimento tenha começado na década de 1970”, afirma Plitch.

E aí amigos, sabem de mais alguma tecnologia que usaremos até 2030? Comentem!

30 logos brilhantes que falam por si mesmos

Matéria anterior

Conheça os recursos secretos do Android que os usuários são obrigados a saber

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Você também pode gostar