CuriosidadesHistóriaTerror e Sobrenatural

Além da ISIS, Síria agora enfrenta doença que devora carne humana

0

A Síria tem passado por momentos difíceis por conta da guerra e o Estado Islâmico. Os confrontos e mortes de pessoas se atenuam a cada dia que passa.

Segundo informou o site O Globo, “O Estado Islâmico no Iraque e na Síria (Isis) foi criado em 2013 e cresceu como um braço da organização terrorista al-Qaeda no Iraque. No entanto, no início deste ano, os dois grupos romperam os laços. No final de junho, os extremistas declararam um califado, mudaram de nome para o Estado Islâmico (EI) e anunciaram que iriam impor o monopólio de seu domínio pela força. O EI é hoje um dos principais grupos jihadistas, e analistas o consideram um dos mais perigosos do mundo.”

E aqui no site da Fatos Desconhecidos, nós já mostramos para você em uma matéria o quanto a guerra por lá está em níveis alarmantes. Você sabia que o estado islâmico está usando camisinhas para derrubar aviões na guerra da síria?

Quer saber como eles estão fazendo isso? Então é ver a matéria clicando nesse link (aqui).

Mas além dos confrontos, tiros, bombas, tanques e ataques a civis e a casas e estabelecimentos, a Síria também está tendo que enfrentar uma doença terrível que devora a carne humana.

KABUL, AFGHANISTAN - MAY 15: An Afghan recieves treatment for a tropical skin disease at a clinic on May 15, 2010 south of Kabul, Afghanistan. The Afghan capital, Kabul, has one of the highest concentrations of the disfiguring skin disease, Cutaneous leishmaniasis, which is a parasitic disease transmitted by the phlebotomine sand fly. The World Health Organization estimated the number of cases in Kabul jumped from 17,000 in early 2000 to around 65,000 in 2009; the disease is non-lifethreatening and treatable with medication. (Photo by Majid Saeedi/Getty Images)

O quadro é tão grave que pessoas estão tendo mortes lentas e dolorosas e não podem contar com a ajuda de médicos ou socorristas. Essa doença que come a carne humana e acaba desfigurando partes do corpo é a leishmaniose.

phlebotomus_pappatasi_bloodmeal_continue2

A sua transmissão ocorre por conta da ação de um parasita gerado pela picada de um inseto vetor ou transmissor chamado flebotomíneo. É uma doença causada por protozoários do gênero Leishmania e da família Trypanosomatidae em duas categorias: a tegumentar americana, que acomete partes do corpo em que ela atinge como as mucosas e a pele e a leishmaniose visceral ou calazar, que acomete os órgãos internos do nosso corpo.

KABUL, AFGHANISTAN - OCTOBER 26: A leishmaniasis patient cries while getting a painful injection of Sodium Stibogluconate at a free specialized clinic for Leishmaniasis supported by World Health Organization (WHO) October 26, 2010 in Kabul, Afghanistan. Leishmaniasis is a disease caused by a parasite transmitted by a tiny sandfly that can lead to severe scarring, often on the face. Leishmaniasis plagues Afghanistan's poor, who often sleep on the floor, and the disease isn't a priority for the government and its aid donors who are grappling with infant mortality, tuberculosis, malaria and trauma. The most common form of the disease is not fatal, but causes untold misery and scarring on faces, stigmatizing children who are excluded at school and making it hard for girls to find husbands. According to WHO, there were an estimated 65,000 reported cases from the 2009. (Photo by Paula Bronstein/Getty Images)

E com a guerra acontecendo na região, a doença se alastrou e atingiu populações com baixo sistema imunitário.

Ela se perpetua mais ainda em regiões com ambientes cheios de esgoto a céu aberto, sem condições higiênicas e o cenário da guerra tornou-se perfeito para essa proliferação.

phpThumb

E o mais lamentável é que os “jihadistas” recusam tratamento médico e não permitem que as pessoas sejam tratadas, fazendo com que o novo problema se torne uma doença mortal.

Além disso, até mesmo a equipe do Médicos  Sem Fronteiras que se encontra no local foi obrigada a se retirar por conta da recusa.

KABUL, AFGHANISTAN - OCTOBER 26 Shafiqa,14, waits for treatment at a free specialized clinic for leishmaniasis supported by World Health Organization (WHO) October 26, 2010 in Kabul, Afghanistan. Leishmaniasis is a disease caused by a parasite transmitted by a tiny sandfly that can lead to severe scarring, often on the face. Leishmaniasis plagues Afghanistan's poor, who often sleep on the floor, and the disease isn't a priority for the government and its aid donors who are grappling with infant mortality, tuberculosis, malaria and trauma. The most common form of the disease is not fatal, but causes untold misery and scarring on faces, stigmatizing children who are excluded at school and making it hard for girls to find husbands. According to WHO, there were an estimated 65,000 reported cases from the 2009. (Photo by Paula Bronstein/Getty Images)

E você, o que faria se estivesse na Síria com esse surto de leishmaniose? Mande seu comentário para gente!

Mistério do “Homem-Cabra” volta a assustar os norte-americanos após quase meio século

Matéria anterior

5 verdades obscuras que a indústria tecnológica esconde de nós

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos