A árvore do suicídio produz uma 'arma letal' que não deixa vestígios

POR Diogo Quiareli    EM Natureza      12/04/18 às 14h46

A riqueza da fauna e flora do nosso planeta faz com que muitas coisas nos deixem surpresos. Um bom exemplo é o da cerbera odollam. Essa árvore é muito bonita e exuberante, conseguindo atrair diversas pessoas por sua beleza.

Apesar da beleza, ela não é exatamente como as pessoas acreditam. Esta imponente árvore é conhecida popularmente como "árvore do suicídio" ou "árvore do assassinato". Você pode chamá-la de qualquer nome semelhante, desde que mantenha a distância necessária.

Sua arma letal

O cerbera odollam é uma árvore de tamanho médio que pode ser encontrada na Índia e no sudeste da Ásia. Pode medir até 10 metros de altura. Quando falamos que ela é letal, não é como se ela tentasse te matar a todo o momento, mas ela pode levar uma pessoa a morte. Isso tudo por causa da quantidade excessiva da toxina cerberin nas suas sementes. Essa composição é um glicosídeo cardíaco, que é uma classe de composto orgânico capaz de retardar o ritmo cardíaco.

Alguns medicamentos utilizam esse composto. Uma só semente da árvore contem cerberin suficiente para matar um humano adulto. Ingerir uma única semente pode resultar em morte após apenas algumas horas. Antes ela causa uma grande dor estomacal, diarreia, ritmo cardíaco irregular, vômito constante e dor de cabeça. O problema é que ela pode ser encontrada dentro de uma fruta comestível.

Árvore do suicídio

A cerbera odollam ganhou fama devido ao fato de que os toxicologistas acreditam que as pessoas utilizam ela para cometer suicídio. Segundo um estudo realizado e publicado em 2004 no Journal of Ethnopharmacology, a árvore mata um número assustador de pessoas nas comunidades indígenas. A equipe responsável por esse estudo, liderada por Yvan Gaillard, do Laboratório de Toxicologia Analítica, em La Voulte-sur-Rhône, na França, conseguiu documentar mais de 500 casos de envenenamento fatal entre 1989 e 1999. Isso tudo no estado indiano de Kerala. A equipe acredita que os números reais podem ser duas vezes maiores que esse.

Os resultados chocantes ressaltaram o objetivo dos estudiosos: "Chamar a atenção para uma poderosa planta tóxica que é atualmente completamente ignorada por médicos ocidentais, químicos, analistas e até mesmo por legistas e toxicologistas forenses". A história toma um rumo mais sombrio, visto que a arma da morte pode estar em diversos lugares de forma legal.

E aí, você conhecia sobre isso? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos.

Via   Curiosity  
Diogo Quiareli
Diogo Quiareli, 23 anos, Gay, Publicitário, Goiano, Geminiano e Infinito. Uma pessoa extremamente apaixonada pelo universo musical e amante do e-sport. Fiel a memória de RBD e Glee, além de alimentar diariamente a paixão por Katy Perry, Florence and The Machine e 30 Seconds to Mars.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+