• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

As 3 coisas que vão destruir a humanidade, segundo Stephen Hawking

POR Fabiana Souza    EM Ciência e Tecnologia      22/09/15 às 17h54

Stephen Hawking, 73 anos, é um renomado astrofísico mundialmente conhecido por seus estudos sobre buracos negros e suas polêmicas declarações sobre religião, a existência de Deus e de vida extraterrestre. O físico é um dos ícones da ciência e autor das teorias mais famosas sobre relatividade. Além de tudo isso, o cientista sofre de uma terrível doença degenerativa desde os 21 anos. Para Hawking, que foi avisado pelos médicos que teria apenas mais dois anos de vida após a descoberta da doença, o que ainda o mantém vivo é sua predestinação pela ciência.

Apesar de declarações que defendem o ateísmo, tais quais: "Não há nenhum Deus. Sou ateu. A religião crê em milagres, mas eles são incompatíveis com a ciência", Stephen defende o direito de todos de acreditarem naquilo que quiserem. Porém, para Hawking não são os conflitos por religião que vão acabar com o mundo. Segundo ele, são:

Inteligência artificial

agh

Hawking acredita que o desenvolvimento da inteligência artificial é um perigo para a humanidade. Para ele, o que acabará nos matando é a velocidade do desenvolvimento da tecnologia. A nossa evolução é muito mais lenta do que as criações tecnológicas, o que permitirá que as máquinas nos alcancem e tomem o controle da situação.

Pelo menos pelas histórias de ficção científica, Hawking está certo. Todos conhecemos aquelas cenas apocalípticas em que as máquinas começam a andar pelas ruas armadas. É nisso que consiste a preocupação, pois, se um robô pode aprender qualquer coisa, ele também pode aprender a fazer mal para as pessoas, e até mesmo, matar.

Daí começa a dúvida, será que Hawking está mesmo certo e os cientistas estão criando "exterminadores do futuro", sem saber?

Vida extraterrestre

alien

Segundo o cientista, a ruína de nossa humanidade seria o encontro com extraterrestres, pois, as chances dessas vidas serem milhões de anos mais evoluídas que a nossa espécie é enorme. O que nos deixaria em tremenda desvantagem, causando a dominação completa do planeta e em pouco tempo, o nosso fim completo.

Em uma entrevista ao "The Times", Stephen afirmou: "Se alguma vez os aliens nos visitarem, acredito que o resultado seja parecido como quando Cristóvão Colombo desembarcou pela primeira vez na América, que resultou em algo nada bom para os nativos". Para o cientista, se as criaturas saíram de sua Terra para buscar novos planetas é porque estão tentando colonizar ou dominar outros lugares, "Os aliens podem ter naves enormes e terem esgotado os recursos de seu planeta, se tornando nômades que buscam uma nova casa". O cientista admite que acredita em vida inteligente fora da Terra e que tem medo disso.

Violência dos homens

guerra

Em terceiro lugar, o que pode nos matar é a decorrência e consequências da agressividade do homem. Conflitos gerados entre populações podem desencadear guerras nucleares, o que levaria a maioria da população à morte, até sua extinção total.

Para Hawking, a violência já foi um requisito essencial para a sobrevivência da nossa espécie, porém, os tempos são outros e a insistência na agressividade pode aniquilar com a população mundial.

Ou seja, se não forem as máquinas ou os aliens responsáveis pela destruição da humanidade, nós mesmos iremos acabar com o mundo.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Fabiana Souza
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+