Entretenimento

As árvores mais bonitas do mundo

0

A flora brasileira é riquíssima e, por isso, algumas das árvores consideradas como as mais bonitas do mundo estão no Brasil. Mas, em âmbito mundial, diversas plantas se destacam pelo seu tamanho, riqueza e importância para a natureza.

Acompanhe, a seguir, algumas das mais belas árvores do planeta Terra. Essa narrativa serve, inclusive, como um alerta para que cuidemos da natureza que nos envolve, já que tudo isso pode deixar de existir.

1. Sequoias-gigantes

A Sequoia é uma árvore de montanha que vive em climas úmidos marcados por verões secos e invernos com neve e está entre os organismos mais antigos da Terra. Pela datação feita a partir dos anéis dos troncos das árvores, a mais velha delas tinha 3.500 anos de idade.

árvore

Spice up the road

As sequoias-gigantes atingem, em média, entre 50 e 85 metros de altura e a casca, sozinha, pode chegar a 90 centímetros de espessura. Cada uma de suas pinhas contém em média 230 sementes. Estima-se que uma sequoia-gigante adulta libere entre 300 mil e 400 mil sementes por ano.

2. Ipê do Cerrado

O ipê-do-cerrado é uma árvore de grande porte e tronco tortuoso, que pode ser encontrada naturalmente em muitos estados brasileiros, mas principalmente nas regiões de cerrado. É uma espécie decídua, ou seja, que perde completamente as folhas. Porém, em determinadas épocas a árvore forma uma floração exuberante e densa, de coloração amarelo ouro, muito atrativa à fauna silvestre.

Pinterest

3. Eucalipto Arco-Íris

O Eucalipto Arco-Íris é predominante na Argentina e no Havaí e pode chegar a 75 metros de altura. Além disso, a árvore chega, em média, aos 25 anos de idade. Os ramos da planta mudam de tom, já que as cascas caem e se renovam ao longo de todo o ano, o que corrobora em uma gama de cores e um visual de tirar o fôlego.

Viveiro Ambiental

Em determinadas épocas, a casca externa cai e aparece uma verde-clara. Depois, com a ação do oxigênio e do sol, ela adota cores mais escuras, na tonalidade azul. Com o tempo, pode ficar roxa, laranja ou amarela.

4. Dragon Blood

A Dragon Blood, ou sangue do dragão, é uma espécie nativa do Iêmen. Seu nome vem da cor da seiva que as árvores produzem, que é vermelha. A espécie se assemelha a um guarda-chuva devido ao formato da copa.

Além disso, as folhas da árvore são todas eliminadas e ficam sem folhagem por cerca de 3 ou 4 anos, até que novas folhas surjam. Ou seja, uma característica dessa espécie é permanecer por longos períodos sem nenhuma folhagem. As folhas chegam a 60 centímetros de comprimento e 3 centímetros de largura.

Flickr

A forma incomum da árvore do sangue do dragão é uma adaptação para a sobrevivência em condições áridas. A coroa grande e embalada fornece sombra e reduz a evaporação. Essa sombra também auxilia na sobrevivência das mudas que crescem sob a árvore adulta, o que explica o porquê de as árvores tenderem a crescer mais próximas.

5. Rododendro canadense

O rododendro é uma planta com belas flores e folhas lisas. Mais de oitocentos tipos dessa planta existem ao redor do mundo. No entanto, aqui falaremos especificamente do rododendro do Canadá, que pode chegar a mais de 1 metro de altura na fase adulta.

árvore

Buhamster

No início da primavera, a planta produz flores em tons de lilás. Cada uma delas tem de 2 a 3 centímetros e são incomuns em comparação com outras espécies de rododendro encontradas na América do Norte. As flores costumam atrair abelhas, então a natureza está sempre próxima daqueles que mantêm rododendros perto de casa.

Como surgiu a CNH?

Previous article

Estudo mostrou que um ritual viking extremamente bruto era possível

Next article

Comments

Comments are closed.