• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

As mais improváveis formas de se prever o futuro

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      14/08/14 às 21h37

Tarot? Búzios? Estrelas? Que nada, as respostas para os anseios do futuro estão no cérebro de uma galinha e no que você comeu no almoço. Pelo menos é isso que alguns "cientistas" e profetas místicos acham, realizando práticas que são, à primeira vista, completamente ridículas, mas que por muito tempo foram (e são) levadas muito a sério. Se você não bota fé na Mãe Dinah ou em Nostradamus, talvez essas variações criativas sejam o impulso para entrar em contato com o futuro místico que você estava precisando. Se não forem, são um bom motivo pra perceber que você já não é mais tão inocente assim e não se engana com facilidade. Ou pelo menos foi isso que a carta que um papagaio pegou me disse, então eu vou acreditar.

Alectoromancia

Galinha

Usando do poder divino de galos e galinhas, as aves são colocadas diante de pilhas de grãos, sendo que cada pilha representa uma letra. De acordo com as bicadas do galináceo, palavras se formavam, respondendo a perguntas e prevendo o futuro. É preferível que a galinha seja branca, e o costume é cortar as garras da mesma, juntá-las, envolvê-las em pele de carneiro e dá-las para a própria galinha comer. Depois, o mestre de cerimônias batiza a ave, e é importante que a constelação de Áries esteja alta no céu para que tudo funcione.
Um caso famoso envolvendo esse tipo de previsão foi o do imperador romano Valens, que tentou usar uma galinha para provar que seria o próximo imperador romano. Mas, durante o ato, a cartomante plumada escolheu as letras TH, E, O e D, em grego, o que fez com que o futuro imperador proibisse esse tipo de adivinhação e matasse a galinha. Quando Valens morreu, em batalha, seu sucessor foi...Theodosius.

Astrologia de papagaio

periquito-australiano-4
Originária do sul da Índia e popular em Singapura, é realizada com periquitos, apesar do nome, e não papagaios. Apesar de cada profeta ter um estilo próprio, em geral o cliente diz seu nome para a ave, e cartas místicas são colocadas sobre uma mesa. O periquito sai da gaiola e anda até uma delas, escolhendo-a, como num jogo de tarot.
Um caso famoso foi o de Mani, que previu corretamente os resultados de todos os jogos da Copa de 2010, exceto a final. Poxa, Mani, logo na final?

Escatomancia

mrhankey21
Esse método de prever o futuro surgiu no Egito, associado aos escaravelhos, que eram considerados sagrados e rolavam bolas de fezes, usadas para a previsão do futuro. Também eram usadas fezes de patos e outros animais, e se dependia do tamanho, formato, textura e até mesmo cheiro para alcançar diferentes resultados. De acordo com S.S. Sighn, especialista da área, bolotas individuais significam a necessidade de dar suporte à alguém próximo, enquanto pedaços maiores significam força e liderança. Pelo sim, pelo não, talvez seja melhor manter o futuro uma incógnita se dependermos dessa arte.

Rumpologia

Redguy
Se o item passado foi nojento, aqui uma versão light pra ele: a rumpologia, que lê o futuro no formato, tamanho e especificidades da bunda de alguém. De acordo com Jackie Stallone, o mais conhecido rumpologista americano, na antiguidade, pintava-se a bunda das pessoas com henna e as mesma eram sentadas em pergaminhos, formando desenhos, que eram interpretados. De acordo com as linhas e curvas, seria possível descrever a personalidade de uma pessoa.

Mamilomancia

The_Nipple_Man
Depois do lançamento do livro "Become Happy: Areola Fortune-Telling" (algo como "Seja Feliz: Previsão do Futuro pela Auréola do Mamilo"), pelo japonês Eri Koizumi, a arte se popularizou. Nomes inusitados são dados aos possíveis formatos de mamilo, como "maçã de carangueijo" ou "montanha azul de grãos de café" e "Oreo", sendo que cada uma estaria associada a um tipo de personalidade e teria potenciais e dificuldades específicas, como na homeopatia ou astrologia.

Pawmistry

640px-Claw

O nome, de tradução complicada - algo como "previsão das patinhas" -, advém do ato de analisar patas de animais, como gatos e cachorros, e tem até um livro próprio, chamado "Pawmistry: How to Read Your Cats Paws". Além de revelarem o eu-interior de seu gato, são capazes de revelar sua origem geográfica, hereditariedade e outros detalhes genéticos.

 

Próxima Matéria
Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+