Fatos Nerd

Batman possuirá sua própria manopla nos quadrinhos da DC

0

Todo o universo cinematográfico da Marvel está em pé de guerra por causa de Thanos e sua Manopla do Infinito. A DC Comics também resolveu fazer uma e simplesmente entrega-la a Batman. A luva multicolorida, moderna e poderosa do herói pode ser vista na atual série Dark Nights: Metal. O novo brinquedinho de Batman é tão forte que seria capaz de parar um pelotão de Superman. Em qualquer outra história, o Cavaleiro das Trevas encheria uma luva de kryptonitas para combater de igual para igual com o Homem de Aço. No entanto, na trama de Scott Snyder e Greg Capullo este é apenas mais um caso corriqueiro.

Na história, a origem do Multiverso da DC foi completamente reescrita. Isso aconteceu por meio de um dragão cósmico do mau que usou Superman para desencadear infinitas realidades de pesadelo. O evento apagou por completo qualquer luz e esperança no Multiverso. Assim, ao longo da história temos várias versões não apenas do Batman, como também do própria Superman, Mulher Maravilha e outros heróis da editora. Além dessas versões corrompidas, o enredo também apresentou híbridos poucas vezes imaginados entre os fãs. Como uma fusão entre Batman e Coringa.

Salvando o dia

Toda essa situação coloca Batman da Terra 1 em uma situação complicada. Por isso, sua “manopla” surge como uma solução tecnológica para o problema que precisa enfrentar. A nova arma é chamada de Five Finger Death Punch e, embora tenha suas similaridades com a Thanos, ela mais voltada para o metal. As cores contidas nela representam cada coloração de kryptonita, da dourada a pervinca. Para quem está acompanhando o arco, a história poderá ser vista em Dark Night: Metal #4.

Um fato curioso é que o nome da nova arma de Batman é também o mesmo nome de uma banda americana de metal: Five Finger Death Punch. Uma brincadeira que Scott Snyder para tentar manter tudo na mesma família.

24 fotos tiradas com uma câmera espiã revelam o cotidiano dos anos 1800

Matéria anterior

10 coisas que todas as mulheres querem para 2018

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos