Ciência e TecnologiaCuriosidades

Como e onde o eclipse mais longo do século poderá ser observado nessa sexta-feira

0

Há pouco tempo atrás fizemos uma matéria com os melhores eventos astronômicos de 2018 e hoje viemos dar, digamos assim, um lembrete. Pois bem, como essa semana vai acontecer o eclipse mais longo do século, o Lua de Sangue, resolvemos fazer essa matéria para os nossos queridos leitores.

O evento ocorrerá nessa sexta-feira (27/07/2018). As estrelas vão ficar ofuscadas com a Lua de Sangue e um eclipse lunar total, onde a lua ficará avermelhada. Parece coisa de filme de terror, né? Mas acreditem, isso é uma realidade.

Mas como e de onde será possível ver essa maravilha? Pois é exatamente isso que vamos explicar para vocês nessa matéria. Confiram:

Como e onde ver o eclipse mais longo do século?

Como a lua, a Terra e o Sol vão ficar alinhados, o planeta vai bloquear os raios solares que iriam até a lua, fazendo ela ficar com uma cor diferente. Felizmente, o eclipse será visível aqui da América do Sul.

No Brasil o fenômeno poderá ser visto parcialmente entre 17h15 e 19h19 (horário de Brasília). Quem mora em recife, por exemplo, poderá ver o eclipse entre 17h15 e 18h13.

Noah Petro, cientista lunar do Centro Goddard de Voos Espaciais da NASA, diz que “o que controla a duração do eclipse lunar é a posição da lua quando ela passa pela sombra da Terra.”

As cidades do Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul também poderão visualizar o fenômeno. Os horários exatos de cada cidade vocês podem conferir abaixo:

Vitóri – 17h18

Belo Horizonte – 17h34

Fortaleza – 17h36

Rio de Janeiro – 17h26

Brasília – 17h57

Natal – 17h19

Salvador – 17h22

Curitiba – 17h47

Porto Alegre – 17h46

São Paulo – 17h39

Florianópolis – 17h40

Recife – 17h15

O eclipse lunar será melhor visto da África e Europa, mas dessa vez os brasileiros também poderão admirar esse espetáculo.

Mas e você preparado para ver a famosa Lua de Sangue? Comenta aqui embaixo pra gente!

7 hobbies que vão te deixar mais inteligente e feliz

Matéria anterior

Esse garoto sofria bullying até chegar na escola de uma maneira bem inusitada

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.