• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Como estão os 10 primeiros funcionários do Facebook hoje em dia?

POR Bruno Dias    EM Curiosidades      12/04/19 às 16h59

O Facebook foi lançado em 4 de fevereiro de 2004. Inicialmente, foi projetado para ser usado por universitários. Em pouquíssimo tempo, a rede social já era conhecida no mundo e utilizada por todo tipo de gente. O fato é que, desde sua criação, o Facebook serviu para facilitar um monte de coisas em nossa vida. Principalmente, quando o assunto é comunicação.

E com o tempo se transformou em uma poderosa fonte de informações, visto que grande parte dos usuários tem o costume de compartilhar história sobre as próprias vidas. Mark Zuckerberg é quem leva todo o crédito pela rede social, mas é lógico que existiam outros cofundadores do Facebook. Mostramos aqui como estão alguns dos primeiros funcionários do Facebook.

1 - Mark Zuckerberg

É certo que Zuckerberg é um homem talentoso. Ele foi uma criança prodígio que criou programas parecidos com AIM e Pandora no seu tempo livre. Isso antes de chegar em Harvard e desenvolver o Facebook.

Ele é um homem de sucesso, mas teve seus momentos difíceis. Em 2018, ele passou quase o ano inteiro se desculpando pelas manchetes apontarem a rede social como uma interferência nas eleições, em razão das notícias falsas e da privacidade dos seus usuários estar em risco. O futuro do Facebook pode ser incerto, mas a certeza é que Mark Zuckerberg estará presente no que quer que aconteça.

2 - Eduardo Saverin

Ele foi o cofundador brasileiro do Facebook. Segundo a Business Insider, foi ele quem fez o investimento inicial para que o projeto de Zuckerberg decolasse. Em 2005, Zuckerberg tirou Saverin da empresa. Mas o brasileiro o processou e depois eles entraram em um acordo.

O investimento inicial feito por Saverin foi de 15 mil dólares. E agora ele é bilionário. Segundo a Forbes, em 2012, Saverin renunciou a sua cidadania americana. Atualmente ele mora em Cingapura. E mais recente ele se uniu a Raj Ganguly para fundar a B Capital Group. Ela é uma empresa de capital de risco que investe em startups de tecnologia.

3 - Dustin Moskovitz

Esse homem era colega de quarto de Zuckerberg e embarcou imediatamente na ideia do Facebook. Ele abandonou Harvard e se tornou o primeiro CTO do Facebook. Ele permaneceu nesse cargo até 2008.

Depois ele cofundou a Asana, que é um aplicativo de trabalho em equipe que ajuda colegas de trabalho a designar tarefas para cada um. Moskovitz e sua esposa decidiram também doar uma grande parte de sua fortuna à filantropia. Eles fundaram a organização Good Ventures. Ela financia programas de erradicação da malária e iniciativas de igualdade no casamento.

4 - Andrew McCollum

Em 2004, Zuckerberg pediu a McCollum um logotipo para o projeto "The Facebook". Além disso ele precisava de gráficos e um esquema geral de design. E de alguma forma Zuckerberg achava que ele era o homem certo para fazer isso.

Mesmo não sendo designer McCollum criou o logotipo e um esquema de design que até hoje inspirou as atualizações do Facebook. Esse homem era responsável por uma grande parte dos primeiros dias do Facebook, quando ele ainda estava morando numa casa na faculdade. Ele voltou para Harvard e construiu algumas empresas. Um dos projetos dele é chamado Jobspice, que é um serviço de criação de currículos. Além disso, também está envolvido com a empresa de streaming Philco TV.

5 - Chris Hughes

Como o próprio homem diz, ter se tornado um cofundador do Facebook foi um golpe de sorte. E desde que ele deixou a rede social ele começou sua carreira como agente político para mudança social, em 2008.

Foi quando ele se juntou a campanha presidencial de um senador de Illinois chamado Barack Obama. Hughes foi uma das figuras principais no alcance de Obama nas mídias sociais e no mundo digital. E desde 2012, ele está envolvido com Projeto de Segurança Econômica. É uma organização com o objetivo de uma renda básica universal.

6 - Sean Parker

Além de ser um dos cofundadores do Napster, um serviço que irritou toda a indústria da música, ele também viu um potencial na ideia de Zuckerberg. Desde quando ele se encontrou com fundador do Facebook, a parceria dos dois foi formada. Parker ajudou Zuckerberg a aprender as coisas do Vale do Silício e foi nomeado como primeiro presidente do Facebook.

Foi ele também que sugeriu que deixassem o "the" de lado e ficassem apenas com "Facebook". Parker saiu da rede social quando foi preso com suspeita de posse de cocaína. Depois disso, ele continuou a lançar empresas tecnológicas de ponta. Um exemplo mais notável foi investir no Spotify, em 2010.

7 - James Pereira

Uma figura sem rosto na história do Facebook é James Pereira. Ele foi o sétimo funcionário e trabalhou como engenheiro de 2004 a 2007. Depois disso, segundo a Business Insider, Pereira sumiu da face da Terra. Supostamente, ele teria saído com o fundador da Bitcoin.

Foi dito em 2014, que o homem estava morando em Portland. Ao que tudo indica, é que ele quer levar uma vida tranquila depois do Facebook.

8 - Taner Halicioglu

Segundo o Business Insider, ele foi o primeiro funcionário real do Facebook. Foi ele quem desenvolveu a estrutura de hardware que permitiu que a rede social absorvesse um crescimento colossal. Ele ficou na empresa até 2009.

Depois disso, ele se tornou engenheiro chefe de confiabilidade da Blizzard Entertainment. Em 2013, ele se tornou professor de ciência da computação na UC San Diego. Atualmente, ele investe em startups de tecnologia locais.

9 - Ezra Callahan

Esse homem era colega de quarto de Sean Parker e trabalhou no Facebook de 2004 a 2010 como gerente de comunicações internas e gerente de produtos. Depois disso, Callahan foi para Los Angeles e fundou a Artist & Recreation. Se trata de um grupo imobiliário e de hospitalidade que transformou um prédio de mais de 100 anos em um lugar de música ao vivo.

Com o sucesso, o homem se uniu ao Arrive Hotel and Restaurants e trabalha como diretor de investimentos da empresa.

10 - Matt Cohler

Esse homem está envolvido com grandes projetos de sucesso como Facebook, Linkedin, Uber e Dropbox. Ele foi um membro fundador e ex-vice-presidente do Facebook. Depois que saiu da rede social, ele se juntou à Benchmark Capital, uma empresa de capital de risco do Vale do Silício, em 2008.

Depois que Cohler virou sócio-gerente da empresa, ela financiou empresas como Tinder, Snapchat, Instagram e Uber. Em 2018, Cohler não continuou com sua parceria com a Benchmark, mas se manteve no conselho da Uber.

Próxima Matéria


Matérias selecionadas especialmente para você

Via   Grunge  
Imagens Grunge
Bruno Dias
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+