Mundo Animal

Como os pássaros não caem do poleiro quando dormem?

0

Os pássaros são verdadeiros donos do céu e chamam atenção por suas cores, tamanhos e voos acrobáticos. Existem mais de 10 mil espécies de pássaros no mundo. A variedade é imensa, e existem pássaros de todos os tamanhos. Indo do enorme avestruz até o pequeno beija-flor abelha. Cada um tem sua característica própria e consegue fascinar as pessoas por ela.

Entretanto, eles têm um coisa em comum. Quando dormem, os pássaros não caem do poleiro. Mas como será que isso acontece? A resposta para isso está no cérebro e na estrutura dos dedos e tendões dos pássaros.

Motivo

Wall here

Da mesma forma que alguns mamíferos aquáticos, os pássaros têm o que se chama descanso cerebral unilateral. Isso quer dizer que, enquanto um lado do cérebro dorme, o outro lado continua em atenção. É justamente isso que faz com que as aves não relaxem totalmente ao ponto de caírem da árvore enquanto estão dormindo.

“Além disso, para se empoleirar e permanecer sobre os galhos, elas têm os pés especializados, com quatro dedos livres e tendões que os ‘travam’. Dessa forma, os dedos apertam o galho ou o poleiro apenas pela ação dos tendões, permitindo o relaxamento dos músculos enquanto as aves dormem”, explicou o biólogo Martin Sander, da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), em São Leopoldo.

Características

SME

Os pássaros são animais que têm várias características interessantes e únicas. Dentre elas, a visão. Não por acaso existe o ditado popular “visão de águia”.

Por mais que cada pássaro tenha suas próprias características de trabalhar suas sensações, a visão deles é muito superior à que nós, seres humanos, possuímos. Se nós víssemos o mundo pelos olhos de um pássaro migratório seria uma coisa bastante assustadora. Isso porque, eles conseguem “ver” o campo magnético da Terra. Essa habilidade os ajuda a navegar por grandes distâncias.

Pela primeira vez, os cientistas da universidade de Tóquio conseguiram observar diretamente uma reação-chave por trás desse sentido dos pássaros, e de várias outras criaturas, para detectar a direção dos polos da Terra.

Isso é uma evidência de que a física quântica afeta de forma direta em uma reação bioquímica em uma célula. Coisa que já era imaginada, mas que nunca tinha sido vista em ação antes.

Os pesquisadores usaram um microscópio feito sob medida que era sensível a tênues flashes de luz e observaram uma cultura de células humanas, com um material especial sensível à luz, responder dinamicamente às mudanças em um campo magnético.

Essa mudança vista pelos pesquisadores em laboratório foram ao encontro do que seria esperado se um efeito quântico peculiar fosse responsável pela reação iluminante.

“Não modificamos ou adicionamos nada a essas células. Achamos que temos evidências extremamente fortes de que observamos um processo puramente mecânico quântico afetando a atividade química no nível celular”, disse o biofísico Jonathan Woodward.

A pergunta que fica é “como as células, principalmente as humanas, conseguem responder a campos magnéticos?” Para responder a essa pergunta, existem várias hipóteses. Inúmeros pesquisadores defendem que a capacidade se deve a uma reação quântica única que envolve os fotorreceptores que são chamados criptocromos.

Esses criptocromos são vistos nas células de várias espécies. Eles fazem parte da regulação dos ritmos circadianos. Nas espécies de pássaros migratórios, cachorros e outras espécies, os criptocromos estão relacionados ao misterioso sentido de sentir os campos magnéticos.

Enxergar

Science Alert

Embora nós não consigamos ver os campos magnéticos, nossas células têm criptocromos. Existem evidências de que, por mais que não seja uma coisa  consciente, nós somos capazes de detectar o magnetismo da Terra.

No experimento, à medida que o campo magnético passava pelas células, a queda correspondente na fluorescência sugeria que a geração de pares de radicais foi afetada.

Claro que os pássaros não são os únicos animais que dependem da nossa magnetosfera para se orientarem. Espécies de peixes, vermes, insetos e até alguns mamíferos também têm esse sentido especial.

Fonte: Superinteressante, Science Alert

Imagens: Wall here, SME, Science Alert

Pastor diz que ‘mendigos têm o dever bíblico de passar fome’

Matéria anterior

Ana Maria Braga engasga ao vivo durante o Mais Você

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications