Como seria o Brasil se João Amoêdo ganhasse a eleição?

POR Jesus Galvão    EM Curiosidades      29/06/18 às 15h26

Os partidos políticos e seus representantes já começaram a dar seus primeiros passos na corrida presidencial. Naturalmente, as atenções e os holofotes estão virados para os pré-candidatos ao cargo e às suas propostas.

Muitos nomes estão surgindo e nesse momento é natural que a população esteja dividida. Para ajudar você na missão de escolher o candidato certo, nós aqui da Fatos Desconhecidos faremos uma série de matérias chamadas "Simplificando", com foco em apresentar as principais propostas de cada pré-candidato.

Já escrevemos para vocês sobre as propostas do pré-candidato Jair Bolsonaro e também as propostas de Ciro Gomes. Hoje, você poderá acompanhar as propostas de João Amoêdo, pré-candidato à presidência da república pelo Partido NOVO.

Sobre o pré-candidato

João Dionisio Filgueira Barreto Amoêdo, ou como é mais conhecido, João Amoêdo, tem 55 anos, e possui uma carreira de sucesso na iniciativa privada. Já trabalhou em bancos como Citibank e Unibanco e é formado em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e em Administração de Empresas pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio).

Até 2011, ano de fundação de seu partido, o Partido Novo, onde já foi presidente, João Amoêdo não era tão conhecido. Atualmente, Amoêdo é pré-candidato a presidência do Brasil. Na ultima pesquisa realizado pelo Instituto Datafolha, João Amoêdo oscilava entre 0% e 1% das intenções de voto. Apesar de tão pouco tempo na política, João Amoêdo deseja trazer uma plataforma de novas ideias para que o Brasil possa crescer de forma mais equilibrada.

Propostas

Privatizações: Um dos pontos centrais da plataforma de João Amoêdo, é diminuir a intervenção do Estado na economia, dando ao povo, segundo ele, mais protagonismo. Empresas públicas como Petrobras, Caixa Econômica, Banco do Brasil e Correios são algumas das que João entende como necessárias a sua privatização.

Redução da carga tributária:  Em entrevista a BBC, Amôedo afirma: "No Brasil, a gente tem uma penalização muito forte em cima do consumo, é diferente dos outros países. (...) Tributar menos o consumo e migrar mais pra renda, mas fazendo esse balanceamento pra que, no final, a gente tenha um saldo mais negativo, ou seja, menos tributos."

Amoêdo ainda defende a criação de um Imposto Sobre o Valor Agregado (IVA) - juntando em apenas um alíquota tributos como ICMS, PIS/Cofins, ISS, IPI.

Combate a miséria: Ainda em entrevista a BBC, João Amoêdo apontou caminhos para combater a miséria, que voltou a crescer nos últimos dois anos. "Eu tenho mais uma preocupação (...) de combater a pobreza." Quando questionado como o pré-candidato faria isso, Amoêdo afirmou: "Reduzindo a carga tributária, a burocracia, permitindo que as pessoas possam empreender, aumentar a liberdade econômica. (...) tributação menos complexa, custos de capital mais baixo..."

Educação: Amoêdo defende maior investimento na formação de professores do ensino básico e fundamental. Segundo ele, a formação dos professores está mais voltada para a teoria da educação do que de fato em "como ensinar e o que ensinar."

Teto de gastos públicos: Para João Amoêdo, revogar a politica de teto de gastos "é uma medida populista e demagoga." E,  ainda segundo ele, claramente mostraria um despreparo da parte de quem a propõe.

Previdência social: Em entrevista ao portal Huffton Post Brasil, João Amoêdo defende uma reforma na Previdência pois as contas não fecham. No entanto, ele faz ressalvas que todo processo levaria tempo e que há muita coisa para ser aprimorada. Amoêdo ainda sugere uma análise sobre a Previdência rural, que para ele estaria gerando rombos aos cofres públicos maiores do que a urbana.

Então pessoal, o que acharam? Deixem nos comentários a sua opinião, e não esqueçam de compartilhar com os amigos.

Via   DCI     Folha     BBC     Gazeta do Povo     Huff Post Brasil     Sempre Familia  
Jesus Galvão
Goiano, Canceriano e Publicitário.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+