Conheça 8 Safaris que deram errado

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      22/12/14 às 17h34

Estamos acostumados a associar o continente africano aos safáris e à vida animal, quando na verdade existe uma infinidade de outras atividades por lá. Grandes centros urbanos e de compras, praias fantásticas, esportes radicais, boa comida e alguns dos melhores vinhos do planeta estão na quase infinita lista do que fazer ao visitar países desse continente.

E apesar de não ser a única coisa por lá, obviamente que essa vida animal tem um destaque gigantesco. Os safáris ficaram muito populares entre os turistas europeus nos anos 60, especialmente no Quênia, tornando esse destino um dos mais caros do continente. Safaris são todos sobre ter encontros íntimos com os animais selvagens, mas para essas pessoas, o encontro foi um pouco perto demais.

O casal que foi salvo de um ataque de elefante, dizendo 'desculpa'

1

Em setembro de 2014, um jovem casal zimbabueano sobreviveu após serem chifrados e pisoteados por elefantes. Eles afirmaram que eles só se salvaram por causa de uma palavra: Desculpe. Hayley Simleit, 28 e Dylan Taylor, 27, estavam andando no mato perto do safari quando foram subitamente atacados por um jovem elefante.

O elefante pisoteou Hayley Simleit, que já estava ferida e, inclinou sua cabeça para baixo em uma tentativa de mata-la. O noivo dela pulou em sua cabeça em um ato surpreendente de bravura, mas o animal se voltou contra ele. Chifrado no pescoço, com seis costelas fraturadas e convencido de que ele estava prestes a morrer, o Sr. Taylor gritou repetidas vezes: "Desculpe."

Foi quando o ritmo do ataque mudou. Os elefantes jogaram o casal em alguns arbustos e os deixaram lá. Outros turistas que passavam pelo local conseguiram resgatar o casal da morte.

O elefante que destruiu o carro de um turista britânico durante Safari

2

Em Dezembro de 2013, uma mulher britânica foi ferida depois de um elefante macho virou o seu carro no Parque Nacional Kruger, na África do Sul. O vídeo retirado de um veículo que estava atrás mostra o animal que em um ataque de raiva, vira várias vezes o automóvel com suas presas.

Um dos passageiros do carro era professora britânica Sarah Brooks, que foi internada no hospital após o ataque, mas depois liberada. William Mabasa, gerente-geral da Kruger, disse que um dos dentes do elefante entrou na coxa de Brooks. Um homem Sul-Africano que estava com ela também sofreu ferimentos.

O impala que buscou refúgio contra leopardos pulando no carro de turistas

3

Em 2013, um impala foi capturado em vídeo tentando escapar de dois leopardos. O mais inusitado é que ele pulou em um carro cheio de turistas para se proteger. O animal aterrorizado parecia estar há um segundo da morte quando uma oportunidade apareceu pela janela do carro.

Na confusão, um dos passageiros conseguiu abrir a porta e o impala conseguiu fugir dos leopardos, que abandonam a perseguição. A filmagem foi feita no Parque Nacional Kruger, na África do Sul , onde as regras dizem claramente para ficar dentro de seu veículo em todos os momentos.

Os turistas que foram atacados por um elefante que queria se coçar

4

Este é o momento em que um elefante com coçeira decidiu utilizar-se de um carro estacionado. Os dois ocupantes apavorados do veículo definitivamente estavam no lugar errado na hora errada. O elefante subiu no veículo e começou a se esfregar contra o teto e o capô.

As incríveis imagens foram registradas por Armand Grobler, 21, um guia turístico do parque nacional de Pilanesburg na África do Sul, em agosto de 2014. Após o elefante ter "terminado o serviço" o carro foi deixado com quatro pneus furados e um chassi quebrado. Os elefantes usam freqüentemente toras, pequenas árvores e pedras para aliviar uma coceira ou remover parasitas, mas com o carro tão perto do bicho, era uma chance boa demais para ele deixar passar.

Os turistas britânicos que ficaram cara a cara com leões após um acidente no Safari

5

Quatro casais britânicos processaram o Sanbona Wildlife Reserve, perto de Montagu, no Cabo Ocidental da África do Sul em Um Milhão de Dólares após a seu veículo capotar e os deixar frente a frente com um grupo de leões durante um feriado em 2009. Um dos ocupantes chegou a ficar um mês no hospital depois de sofrer hemorragia interna devido aos ataques.

Leões cercaram o veículo, que tombou lateralmente descendo uma ladeira íngreme. O grupo afirmou que os leões se aproximaram e usaram suas patas para tentar retirar os ocupantes do veículo para devorá-los. Eles foram resgatados por um outro veículo meia hora após o terrível ataque e luta pela sobrevivência.

A mulher que foi atacada até a morte por um leão enquanto fazia sexo em um Safari

6

Em 2013, uma mulher chamada Sharai Mawera foi morta pelo rei dos animais, enquanto ela praticava relações sexuais em um arbusto em Kariba, um popular safari Africano. De acordo com o namorado, ele ouviu um estrondo e, instintivamente, correu e tentou a acenar para os turistas.

O único problema era que ele estava nu e vestindo apenas um preservativo, por isso, foi relatado que as pessoas pensavam que ele era louco. A mulher, conhecida como Mai, foi morta antes que a polícia chegasse. Leões costuma atacar e matar pessoas na região, e as autoridades locais alertado as pessoas para não se aventurar em áreas escondidas, não importa a situação.

A mulher que foi chifrada por um rinoceronte depois de posar para uma foto

7

A fotografia mostra Chantal Beyer, 24, e seu marido a apenas alguns metros de distância de dois rinocerontes brancos. Poucos segundos depois, um dos rinocerontes atacou a mulher. O chifre do rinoceronte penetrou no peito de Beyer por trás, causando um colapso pulmonar e costelas quebradas.

O proprietário do parque Alex Richter teria dito a um grupo de visitantes que era seguro sair do veículo de safári para tirar fotos, e ele até usou comida para persuadir os rinocerontes a chegarem mais perto. Ele também sugeriu para Chantal "ficar um pouco mais perto" do enorme rinoceronte, momentos antes de ser atacado. Ela foi levada ao hospital, onde ela se recuperou completamente.

O homem que foi pisoteado até a morte por um elefante durante sua lua de mel

8

Em 2006, um homem britânico em um safari de lua de mel no Quênia foi pisoteado até a morte na frente de sua esposa por um elefante. Patrick Smith e sua esposa estavam andando no safari no Masai Mara, quando ele foi atingido por um elefante no que foi descrito como um "trágico acidente".

Rafael Miranda
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+