Conheça os 7 países mais sexualmente satisfeitos do mundo

POR Rafael Miranda    EM Curiosidades      18/11/14 às 21h32

A marca de preservativos Durex, que chegou há  pouco tempo no Brasil, realizou um estudo para medir o desempenho e a satisfação sexual de diversos países. Para chegar a esta conclusão, a pesquisa levou em conta o amor mútuo e respeito entre os parceiros; a capacidade de orgasmo; boa saúde física e mental; frequência de sexo e preliminares, entre outras coisas.

Confira o segredo de cada país para ser sexualmente satisfeito.

1. Suíça

71

A prostituição legal, a popularidade de bordéis licenciados, a postura liberal em relação à pornografia e programas de educação sexual que começam já no jardim de infância, constantemente classificam como uma das mais sexualmente satisfeitas nações ao redor do mundo. Um estudo 2013 revelou que 21% dos cidadãos suíços avaliam o seu desempenho sexual e sua vida sexual como "excelente". 32% já fizeram sexo em lugares públicos. No entanto, os suíços ainda conseguem ter uma das mais baixas taxas de natalidade adolescentes do mundo. Um levantamento das Nações Unidas em 2012 revelou que a taxa de natalidade adolescente nos Estados Unidos era quase 10 vezes maior do que na Suíça.

2. Espanha

72

As suas praias de nudismo e a alta aceitação social do casamento gay recentemente encabeçou o país nesta lista. Ainda por cima, a nação foi eleita com o "melhor amante masculino", pesquisa examinando 15 mil mulheres a nível mundial sobre qual a nacionalidade dos homens com melhor desempenho. Não acredita em estatísticas? Basta perguntar aos espanhóis. Um quarto da população da Espanha classifica o seu desempenho sexual como excelente. De fato, um estudo recente olhando para 9.850 pessoas em Espanha revelou que 90% dos homens e das mulheres espanholas ficaram satisfeitos sexualmente. Sem surpresa, os seus níveis de satisfação sexual aumentaram ao longo do tempo com um parceiro estável ao contrário de encontros casuais.



3. Itália

73

Com a abundância de bons vinhos e boa comida, não é de admirar que os italianos estejam avaliados no alto da escala de satisfação sexual. A sedução sexual na Itália começa na mesa, como comida e sexo sendo indissociáveis. Esta pode ser a razão pela qual os italianos são considerados entre os melhores amantes do mundo. Mulheres italianas também parecem contentes com suas vidas amorosas, isso porque as que tomam dois copos de vinho por dia desfrutam de uma maior satisfação sexual do que aqueles que não bebem. Este ano, 64% dos homens e mulheres italianos classificaram sua vida sexual como satisfatória, com um terço dos italianos afirmando que o sexo pode durar mais do que 10 minutos.

4. Brasil

74

Com curvas abundantes e os homens considerados os vice melhores amantes do mundo, os brasileiros entram na lista como uma nação altamente satisfeita sexualmente. Algumas estatísticas dizem que 82% dos brasileiros têm relações sexuais pelo menos uma vez por semana, enquanto outras afirmam que é 145 vezes por ano (o que equivale a cerca de três vezes por semana). Estes amantes latinos também tendem a perder a virgindade antes que as pessoas em quase qualquer outra nação.

5. Grécia

75

A razão pela qual os gregos são tão sexualmente satisfeito é que eles são menos tensos em falar sobre seus desejos sexuais. Na verdade, os gregos têm falado sobre sexo durante séculos. No século IV AC , Hipócrates falou explicitamente sobre a inevitabilidade do desejo sexual. Ainda hoje, os gregos comumente discutem sexo no trabalho, com os amigos, e o mais importante, com seus parceiros. Comunicação faz para uma vida sexual melhor, ponto final. Claro, o excelente clima, belas ilhas e dieta saudável contribuem. A Durex afirma que os gregos fazem mais sexo que qualquer outra nação (164 vezes por ano, em média). 51% dos gregos dizem que são sexualmente satisfeitos.

6. Países Baixos

76

A Holanda tem uma reputação de ser um dos países mais pró-sexo do mundo graças ao seu famoso distrito de prostituição, a abundância de praias de nudismo e as políticas de educação sexual. Além disso, 64% dos homens e mulheres holandeses estão confiantes em fazer valer os seus desejos e necessidades durante o sexo e são mais abertos sobre o assunto do que os outros povos. Notavelmente, a Holanda tem uma taxa de natalidade adolescente de apenas 5,3 por mil em comparação com 39,1 por 1 mil nos Estados Unidos, bem como um aborto muito mais baixo, são as taxas de HIV. Ao todo, 22% população classifica a qualidade de suas vidas sexuais como excelente.

7. México

77

O México tem sido classificado como um dos "países mais excitantes" no mundo e classificado como a segunda nação mais sexualmente satisfeita do mundo, com 63% do país reivindicando uma vida sexual satisfatória. Por quê? Talvez seja a sua franqueza em relação à educação sexual. Em 2008, a Cidade do México distribuiu mais de 700 mil livros de educação sexual para as escolas que abrangem o controle de natalidade, o aborto e a homossexualidade. Ou pode ter algo a ver com o fato de que o trabalho sexual é descriminalizado e regulamentado em metade estados do país.

Rafael Miranda
Criando forças para segurar o forninho de cada dia. Instagram: @rafaelmiranda17

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+