Conheça a taturana brasileira pode matar uma pessoa com seu veneno

POR Lucas Curado    EM Mundo Animal      03/04/18 às 17h28

Existe uma espécie de taturana (ou lagarta) que está deixando muitas pessoas mais atentas e medo de botar a mão em lugares perigosos. Esses insetos, que se encontram em fase larval, se agrupam em colônias em árvores. Diferente da maioria das taturanas, que normalmente causa somente dor e inchaço com seu veneno... Essa espécie tem a capacidade de levar uma pessoa a óbito.

Seu veneno é potente e o suficiente para trazer sérios problemas renais e até provocar síndromes hemorrágicas. O culpado disso tudo é a exploração do habitat desses insetos e a diminuição de seus predadores. Já foi dado um alerta para a população tomar cuidado com esses "bichos".

Hoje a Fatos Desconhecidos traz para você um pouquinho mais de informações sobre esse animal venenoso e aparentemente inofensivo. No fim das contas, é só mais uma criatura tentando sobreviver, nos ensinando que devemos respeitar a natureza e as consequências da destruição do meio ambiente. Conheça a taturana brasileira pode matar uma pessoa com seu veneno:

Taturanas perigosas

Normalmente, a maioria das taturanas só provocam dor, inchaço e queimação no local onde elas envenenaram a pessoa com seus "espinhos". Contudo, tem uma espécie em particular que anda causando mais danos que o comum. A Lonomia é uma espécie de taturana que só em 2017, foi responsável por 741 incidentes. O que é mais preocupante nessa especie é que seu veneno pode ser mortal.

O Instituto Butantan já vem alertando sobre os perigos desse inseto a algum tempo. Desde 1994, ele é o único instituto a produzir o medicamento contra o veneno da Lonomia no mundo. Para poderem continuarem oferecendo o tratamento para esse mal, eles contam com amostras anuais da espécie. Essas amostras são doadas pela secretaria de saúde do sul do Brasil. Utilizando as mesmas, eles produzem o antídoto para o veneno da larva.

Descobrindo um pouco mais sobre a Lonomia

Essa espécie se trata de um inseto em seu estado larval, ou seja, ele ainda não é adulto ainda. Essas larvas costumam ser encontradas em colônias, em especial depois de dias chuvosos. Para um suposto envenenamento, o que vai contar aqui é a quantidade de lagartas que atingiram o indivíduo. Também vai depender da pressão aplicada no animal.

Muitas vezes as pessoas encostam nesses bichinhos sem nem ao menos verem. Acredita-se que o principal motivo da maior incidência desses insetos em cidades é o desmatamento. Com a ausência de seu habitat natural, elas acabam procurando novos lugares para se estabeleceram. O veneno desse animal pode causar insuficiência renal aguda, síndrome hemorrágica, sangramento gengival e pode também levar à morte sem tratamento adequado.

Predadores e Desmatamento

Como já dito acima, o principal motivo da proliferação dessa especie de taturana é o desmatamento. Isso levou um "boom" da população da mesma em ambientes urbanos. Outra forma que o desmatamento afetou esses animais foi a eliminação de seus predadores naturais. Devido ao uso de agrotóxicos e da própria invasão da mata, essa população predatória diminuiu. No caso, um espécie de mosca, que usava a larva para botar seus ovos e um vírus que só afeta esse animal.

E aí, o que achou dessa matéria? Deixe seu comentário e até a próxima, pessoal!

Via   globo  
Imagens globo
Lucas Curado
Não só redator... Como também músico e compositor. Amante de um bom humor ácido e memes.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+