Curiosidades

Criança de quatro anos descobriu uma pegada de dinossauro de 200 milhões de anos

0

O conhecimento humano se dá devido a uma das principais características que diferenciam os humanos dos outros animais, a inteligência. Ela é o que nos permite estarmos em constante evolução. E ela é a responsável pelo que somos e sabemos. Como nossa história é feita por “buracos”, que são os trechos que não conhecemos, as descobertas arqueológicas vem para tentar preenchê-los.

Novas descobertas nos proporcionam uma nova perspectiva sobre alguns capítulos que passaram. E nos dão uma nova compreensão sobre a humanidade. Às vezes, essas descobertas são feitas ao acaso.

Como por exemplo, essa menina de quatro anos que surpreendeu os paleontologistas ao encontrar uma pegada de dinossauro perfeitamente preservada datando de 200 milhões de anos.

Descoberta

A menina, chamada Lily Wilder, descobriu essa pegada no dia 23 de janeiro, enquanto caminhava em uma praia de South Wales, com seu cachorro. A família da menina estava indo ao supermercado, quando Lily viu a pegada impressa em uma pedra.

“Estava em uma pedra baixa, na altura dos ombros de Lily, e ela apenas o viu e disse, ‘olha, papai’. Ela está muito animada, mas não consegue entender como é incrível isto é”, disse Sally Wilder, mãe de Lily.

A princípio, a família pensou que a impressão da pegada, que tem mais de 10 centímetros de comprimento, tivesse sido na pedra por algum artista. Contudo, a mãe de Lily sabia que pegadas parecidas  tinham sido encontradas anteriormente ao longo daquela região da costa. Por conta disso, ela postou a descoberta nas redes sociais.

“Encontrei esta página de identificação de fósseis no Facebook e postei lá e as pessoas ficaram um pouco malucas”, disse.

Os especialistas acreditam que a pegada encontrada foi, provavelmente, deixada por algum dinossauro com aproximadamente 75 centímetros de altura e 2,5 metros de comprimento. Esse dinossauro andava sobre suas duas patas traseiras.

Pegada

Contudo, é impossível identificar com certeza qual era o tipo de dinossauro que deixou essa marca. Embora os pesquisadores geralmente classificam a impressão como um Grallator.

Os cientistas galeses estão chamando a descoberta de Lily de “a melhor impressão de uma pegada de dinossauro de 215 milhões de anos encontrada na Grã-Bretanha em uma década”, segundo a Wales Online.

“É tão perfeito e absolutamente puro. É uma peça maravilhosa. Eu diria que é internacionalmente importante e é por isso que o museu o adotou imediatamente. Isso é o quão importante é. Eu diria que é a melhor pegada de dinossauro encontrada no Reino Unido nos últimos 10 anos”, disse Karl-James Langford, da Archaeology Cyrmu.

A família de Lily disse que o interesse da menina por dinossauros aumentou  desde que ela fez sua descoberta. Além disso, a menina está brincando com uma coleção de brinquedos de dinossauros.

Por conta da sua descoberta, o Museu Nacional de Cardiff, que atualmente está fechado por conta da pandemia, disse que quando eles voltarem a atividade, Lily e seus colegas serão convidados para a exposição.

“O que é incrível é que, se o nome dela ficar como descobridor no museu, pode ser que seus netos visitem isso no museu um dia, e por anos e anos, e gerações futuras, o que é incrível”, disse Sally.

As lojas de souvenir irão acabar?

Matéria anterior

10 comentários mais épicos da Fatos Desconhecidos #116

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar