Uma missão da Nasa (sigla em inglês de National Aeronautics and Space Administration – Administração Nacional da Aeronáutica e Espaço) inédita no Sol foi anunciada hoje (31), às 11h. Em comunicado, o órgão informou que uma espaçonave chamada Solar Probe Plus deve "tocar o Sol" pela primeira vez.

A nave deverá ser lançada para voar dentro da atmosfera entre os dias 31 de julho e 19 de agosto de 2018, e a expectativa é que fique cerca de 6 milhões de quilômetros de distância da superfície do Sol. Tudo indica que a missão irá conseguir chegar sete vezes mais perto do Sol do que qualquer outra nave já enviada.

Nem mesmo a sonda espacial Helios 2, lançada em 1976, conseguiu tal proeza, já que, na época, chegou a 43 milhões quilômetros de distância da superfície da estrela.

Publicidade
continue a leitura

O calor e a radiação do Sol devem ser enfrentados pela sonda, o que torna a missão ainda mais delicada, pois até então, nunca houve contato tão próximo. O objetivo da missão é observar a atmosfera solar e tentar responder algumas perguntas sobre o funcionamento de estrelas como o Sol, que há décadas têm sido feitas, por exemplo, o motivo da atmosfera externa do Sol ser mais quente que sua superfície. A temperatura na superfície pode chegar a 6.000ºC , já a atmosfera pode atingir alguns milhões de graus.

"O calor e radiação nunca foram enfrentados por qualquer espaçonave na história. Exploraremos a atmosfera do Sol e faremos observações que responderão perguntas sobre a física de como as estrelas funcionam", informou a Nasa.

Publicidade
continue a leitura

A expectativa com esse estudo é que as previsões de grandes eventos climáticos espaciais que podem afetar a vida na Terra sejam feitas antecipadamente.

A missão ficará submetida a temperaturas de até 1.370°C, e para conseguir sobreviver será preciso usar um um escudo de carbono que resiste ao calor de distâncias a cerca de 11 centímetros. Com isso, vai ser possível proteger instrumentos para estudar o Sol.

Publicidade
continue a leitura

"Solar Probe Plus é uma missão extraordinária e histórica, que vai explorar a última e mais importante região do Sistema Solar a ser visitada por uma nave espacial", disse a Nasa.

Qual é a sua opinião sobre esse assunto? Deixe um comentário abaixo. Não esqueça de compartilhar essa informação com seus amigos.

Publicado em: 31/05/17 19h29