Natureza

De onde vem o ouro?

ouro
0

Embora o ouro seja visto como um item de muito valor nas sociedades atuais, pouco se pergunta sobre a origem desse minério. As teorias para o surgimento do material usado em joias e artigos de luxo são variadas e você vai entender cada uma delas agora.

O ouro, considerado o primeiro metal utilizado pela humanidade em aproximadamente 5.000 a.C., foi o segundo metal conhecido depois do cobre e atualmente integra um seleto grupo de 118 elementos descobertos. Atualmente, o ouro possui um grande valor comercial por se tratar de um metal extremamente raro, considerando que é encontrado em quantidades baixíssimas em rochas junto a outros minérios. Além disso, o ouro também adquire valor por não oxidar, se mantendo brilhante e puro.

ouro

APCF

O ouro, como quase todos os elementos, está presente também na água do mar. Os oceanos contêm uma grande quantidade do metal, mas não é economicamente viável retirar o ouro da água do mar por conta da imensidão de água existente nos oceanos. O trabalho seria muito difícil e, com certeza, de alto custo. A maior quantidade do material é encontrada na África do Sul, que detém aproximadamente dois terços de toda a procura mundial deste metal. Atualmente, cerca de 2,5 toneladas de ouro são extraídas por ano no mundo.

Registros históricos sugerem que esse material começou a ser manuseado pelas primeiras civilizações do Oriente Médio. Porém, apesar de estar em mãos humanas apenas durante o fim da Pré-História, sua presença na Terra teve origem há 4,5 bilhões de anos, aparecendo em forma de átomos na estrutura de outros minerais.

O ouro é um material muito denso. Um exemplo disso é que uma embalagem de leite de um litro, cheia de ouro, pesa quase vinte quilos. Uma curiosidade a respeito do metal é que o corpo humano não absorve bem este metal. Dessa forma, caso alguém tenha o hábito de ingerir ouro (o que não é muito provável), doenças renais e hepáticas podem vir a serem desenvolvidas. 

A forma de encontrá-lo não é mistério, já que sabemos que isso ocorre através da mineração e que ele está presente em rochas e no mar. No entanto, como de fato surgiu o ouro na natureza?

Teorias para o surgimento do ouro

Atualmente, as teorias que possuem mais força no meio científico apontam que o ouro é produzido a partir de estrelas. São elas as responsáveis por produzir a maioria dos elementos do universo. No núcleo das estrelas ocorre a fusão nuclear, que é o processo em que vários núcleos atômicos se juntam para formar outro núcleo de maior número atômico.

Uma das sugestões aponta que o metal surge da supernova de uma estrela massiva e da consequente fusão nuclear, enquanto a outra indica que há uma explosão de raios gama logo após a colisão de estrelas de nêutrons. Esses fenômenos, então, desencadeariam uma reação em cadeia que origina o pó espacial áurico, que se misturaria a asteroides e seria em seguida transportado para a Terra ao lado de outros elementos. 

Os cientistas já sabiam que, nas primeiras estrelas, cada vez mais elementos se fundiram ​​para formar elementos mais pesados, até produzir, finalmente, o ferro. No entanto, em 2017 os pesquisadores detectaram a colisão entre duas estrelas de nêutrons. Com isso, confirmaram a teoria de que, nessas explosões, elementos mais pesados ​​que o ferro são forjados, como a prata, o ouro e o urânio.

Conflitos encontrados na teoria

Contudo, a quantidade de ouro e outros minérios presentes no planeta é muito maior do que as estrelas conseguem produzir. À medida que envelhecem, elas produzem elementos cada vez mais pesados enquanto o seu interior se aquece. O próprio ferro pode se fundir, mas isso consome uma quantidade enorme de energia – mais do que a que produz a própria fusão.

Sendo assim, não há colisões suficientes para explicar a abundância desses elementos no planeta e no espaço. Por isso, cientistas acreditam que deve existir um outro tipo de supernova, que seria a responsável por propagar os elementos.

Essa teoria ainda não foi provada e o surgimento de toda a quantidade de metais existentes hoje segue sendo uma incógnita. Mesmo que se saiba que as estrelas são responsáveis pela criação desses materiais, os processos realizados por elas são lentos e não têm potencial para fornecer tamanha quantidade de metais encontrados na Terra.

Supermercado faz entregas com carrinho robô

Matéria anterior

Filmes inspiradores para começar 2022 com o pé direito

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos