Curiosidades

E se todos os vulcões da Terra entrassem em erupção de uma só vez?

0

Erupção vulcânica é uma demonstração impressionante sobre o poder do nosso planeta. Os fenômenos por si só são espetaculares de se observar, mas trazem consigo perdas desastrosas de vidas e propriedades. Ainda mais em regiões densamente povoadas do mundo. Às vezes começando com um acúmulo de gás rico em magma (rocha subterrânea fundida) em reservatórios perto da superfície da Terra, os vulcões podem ser precedidos por emissões de vapor e gás de pequenas aberturas no solo. Bom, mas e se todos os vulcões da Terra entrassem em erupção de uma só vez?

A primeira coisa que precisamos saber é que nem todos os vulcões representam real perigo. Vulcões extintos – aqueles que não surgiram nos últimos 10 mil anos – simplesmente não têm mais nenhum magma para explodir novamente. No entanto, existem 1.500 vulcões ativos em terra, e um número desconhecido deles é subaquático. 20 dos que estão em terra são conhecidos como supervulcões. O maior deles é conhecido como “Yellowstone” e poderia facilmente engolir toda a cidade de Tóquio de tão gigantesca.

Se todos os vulcões da Terra entrassem em erupção de uma só vez, haveria muitas explosões. As consequências abarcariam escalas globais ao assolar as áreas próximas de todas as regiões afetadas. E não são poucas.

“Plumas de cinzas”

Mas nem todos os vulcões irromperiam tão poderosamente. Em vez de expulsar o magma de maneira violenta, alguns vulcões o ejetariam constantemente no solo. Isso é chamado de uma “erupção efusiva”. Outros enviariam “plumas de cinzas” para o ar, cobrindo a Terra com um espesso manto de cinzas.

As nuvens acinzentadas bloqueariam a luz do Sol – mergulhando o planeta inteiro na completa escuridão. Sem luz solar, não há chance de fotossíntese. Todas as plantas morreriam. Mesmo que as colheitas pudessem de alguma forma sobreviver sem os raios solares, elas seriam eliminadas pelas chuvas ácidas. De uma forma ou de outra, o caos estaria implantado.

Pesadas como rocha

Como as cinzas vulcânicas são, na verdade, pequenas partículas de rocha, elas seriam muito pesadas. As nuvens quentes derreteriam motores de carros e aviões. Dessa forma, todos os voos seriam cancelados devido à baixa visibilidade. Profundos vulcões oceânicos tornariam a água ácida, e assim, devastariam toda a cadeia alimentar.

Como nenhum raio do Sol alcançaria a superfície da Terra, o planeta se resfriaria significativamente, a ponto de podermos terminar em uma nova “Era do Gelo” (Sid, cadê você?). No longo prazo, porém, as temperaturas globais mudariam novamente – desta vez, ficando muito mais quentes. Com todo o dióxido de carbono liberado durante as erupções, veríamos um tremendo efeito estufa, que aqueceria o planeta mais uma vez – talvez a última.

Esperança no fim do tú… submarino

Se você resistir às explosões vulcânicas e não morrer ao respirar as cinzas, saiba que nem tudo estaria perdido. Um navio no meio do oceano seria o lugar mais seguro para procurar refúgio. Só não se esqueça de providenciar comida suficiente e roupas quentes para mantê-lo vivo neste mundo pós-apocalíptico.

Antes de sair do navio (ou submarino), você precisaria esperar até que a atmosfera caótica desaparecesse. Ah, e a Terra nunca mais seria a mesma. As erupções vulcânicas prolongadas despejariam uma camada parcialmente derretida na superfície, causando um desequilíbrio em grande escala. Como resultado, nosso planeta poderia “tombar” – assim como aconteceu em Marte há 3,5 bilhões de anos. A estrutura geográfica mudaria de figura e os países estariam localizados em posições completamente diferentes.

É claro que, como sempre, é bastante improvável que tal cenário aconteça. São só hipóteses. Pelo menos não há evidências de nada parecido em 4 bilhões de anos da Terra. Mas e você? O que faria se todos os vulcões da Terra entrassem em erupção de uma só vez?

Aparentemente você engorda por conta de seu melhor amigo

Matéria anterior

Designers trouxeram à realidade os quartos imaginados por crianças ao redor do mundo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos