Ebola reaparece nos olhos das vítimas

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Curiosidades      21/05/15 às 18h30

Depois de sobreviverem ao vírus Ebola, algumas das vítimas tem passado por mais um transtorno: inflamação nos olhos. Isso acontece porque depois da doença aparentemente desaparecer, o vírus retorna aos olhos dos pacientes.

O caso ganhou visibilidade quando o médico norte-americano Ian Crozier, que contraiu Ebola no fim de 2014 enquanto trabalhava para a Organização Mundial de saúde em Serra Leoa, percebeu que havia algo estranho em seus glóbulos oculares.

olho

Dois meses depois de se recuperar e deixar o hospital, o médico começou a sentir os seus olhos queimarem. Além disso, eles também ficaram muito sensíveis à luz e a visão começou a ser afetada.

Os médicos classificaram os sintomas como sendo de uma infecção severa, mas quando analisaram os fluídos dentro dos olhos de Ian descobriram algo impressionante, a causa da infecção era o Ebola.

Reservatório do vírus

ebola

O Ebola estava presente apenas no interior do olho de Crozier, ou seja, os glóbulos oculares dele se transformaram em verdadeiros reservatórios do vírus.

Esse fenômeno acontece quando o Ebola encontra um caminho no organismo, que geralmente fica mais isolado do sistema imunológico, até um local "seguro" que possa servir de depósito do vírus.

A alcançar esse reservatório ele começam a replicar, mas fica isolado e não atinge outras partes do corpo. Além dos olhos, os testículos também são protegidos.

Por isso, o Ebola também pode reaparecer no sêmen meses após o sangue do paciente estar livre da doença.

Tratamento

médico

Crozier recebeu um tratamento com um medicamento anti-viral experimental e com esteroides para combater a inflamação. Com as medicações, o vírus Ebola saiu do seu olho três meses após ele relatar os primeiros sintomas.

Para sobreviventes do Ebola na África, isso não significa muita coisa. Ainda é preciso que os reservatórios virais sejam melhorr compreendidos.

Uma pesquisa recente realizada com 85 sobreviventes do Ebola na Libéria apontou que 40% deles tinham problemas parecidos com os sintomas de Crozier: dor, pontos cegos e visão turva.

No entanto, os pesquisadores ainda não sabem se os casos se tratam apenas de uma infecção severa comum nos olhos ou reservatórios do vírus.

Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+