• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Em todos os países se diz "sim" e "não" com a cabeça do mesmo jeito?

POR Fatos Desconhecidos (Acervo)    EM Curiosidades      11/03/15 às 21h40

O ser humano não se comunica apenas com palavras. Mesmo as pessoas que não tem limitações de fala e não se comunicam por línguas de sinais acabam usando gestos para dizer algo, mesmo sem querer.

O "sim" e "não" com a cabeça é um exemplo claro. Quando movimentamos a cabeça horizontalmente em determinadas situações estamos concordando, por outro lado, quando movimentamos verticalmente estamos negando. Mas será que essa regra vale em todos os países?

A resposta é não. O professor de psicologia da Universidade de São Paulo, Esdras Vasconcellos, ajuda a entender: "existem fatores culturais, que acabam diferenciando ou invertendo esses movimentos. Desde quando nascemos, aprendemos esses gestos observando nossos pais e outras pessoas".

Invertendo a história toda

confusa

Em alguns países como, por exemplo, a Bulgária, os gestos de sim e não são o contrário do que estamos acostumados. Assim como faz o personagem Chaves.

Para dizer que não, as pessoas mexem a cabeça para cima e para baixo. Além da Bulgária, também é assim que se diz sim e não em algumas regiões do Japão, Grécia, Itália e também Irã.

Na Turquia o gesto é semelhante, mas ao negar eles também fazem um barulho com a boca.

Outras maneiras

indiana

Os gestos para dizer sim e não em alguns países podem ser ainda mais diferentes. Para dizer que "sim" na Índia,  por exemplo, as pessoas fazem um rápido movimento tombando a cabeça para os lados.

Para fazer isso, eles mantêm os ombros parados e inclinam a cabeça uma vez ou mais para concordar.Já nas Filipinas, as pessoas erguem as sobrancelhas como sinal de acordo.

 

Próxima Matéria
Fatos Desconhecidos (Acervo)
Acervo, matérias feitas antes do ano de 2015.
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+