Curiosidades

Essa é a verdadeira história do jogo ‘Banco Imobiliário’ que pouca gente conhece

0

Existem poucas coisas no mundo que são melhores do que se sentar com seus amigos para fazer alguma coisa. E o mais comum disso é jogar um jogo de tabuleiro. Seja ele de estratégia, esperteza ou sorte, não importa, o que queremos e se unir a eles para isso. Um dos mais populares é o Banco Imobiliário, que fez bastante sucesso entre os jovens da década passada e ainda sim se mantém vivo para muitos. Todos gostavam de se sentir o poderoso dono de quase todas as ações de uma cidade. É um jogo popular e que provavelmente você conhece, mesmo se não tiver jogado.

A história por trás da criação do Banco Imobiliário é a que já imaginamos: alguém criou o jogo, ficou popular com isso e uma empresa o comprou, tornando-se intensamente rica por conta da grande distribuição. Assim é com quase tudo que temos hoje no mercado. Na verdade, esse é o brinquedo mais rentável do Brasil pois vendeu mais de 30 milhões de unidades. Ele foi criado por Lizzie Maggie. Lizzie criou o famoso “Monopoly”, que deu origem a nossa versão. Porém, o jogo tem outro propósito além do que conhecemos e que talvez nunca tenhamos imaginado. Você sabe qual é?

Qual o verdadeiro propósito do jogo?

As regras do jogo foram separadas de forma “monopolistas” e isso tinha um propósito diferente do que conhecemos. Maggie queria mostrar que era errado acumular muita riqueza tirando dinheiro dos outros. A principio foi de fato uma estratégia para ensinar sobre monopólios e o quão errado é a acumulação de capital dos ricos em relação aos pobres. Com as regras de “prosperidade”, os jogadores se beneficiam quando outra pessoa adquire uma propriedade. O jogo conquista todos, pois começamos com uma quantidade x de dinheiro e podemos duplicá-lo em questão de minutos e continuar aumentando a fortuna. As regras “monopolistas” são o contrário. Elas mostram que o jogo só termina quando o vencedor for o único a ter dinheiro e seus oponentes chegarem a uma falência total.

Embora a criação de Maggie já existisse, poucos modelos foram vendidos legalmente e algumas versões similares começaram a circular nos Estados Unidos. Um dos mais populares era o de Charles Darrow, suposto criador que acrescentou ilustrações e uma nova cara. Ele vendeu a patente para Parker Brothers, em 1935. Lizzie vendeu a sua para a mesma empresa no mesmo ano, uma vez que a origem verdadeira ainda era desconhecida. Porém, a Parker Brother resolveu divulgar apenas Darrow como inventor.

A ganância predominante

Maggie tinha a intenção de ensinar que a ganância não era um bom caminho. Os demais jogadores comemoram quando alguém fica sem dinheiro e não consegue comprar um imóvel. Ainda sim, poucas pessoas veem por esse lado e jogam com a intenção de tirar tudo do outro. Mesmo sendo apenas uma forma de diversão, isso pode refletir na vida de muitos.

E aí, o que você achou disso? Sabia dessas coisas? Comenta pra gente aí embaixo e compartilhe com seus amigos. Lembrando sempre que o seu feedback é muito importante para o nosso crescimento.

7 sinais de problemas de saúde que a maioria das mulheres ignora

Matéria anterior

7 “beijos da morte” que incrivelmente aconteceram

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos