Entretenimento

Esse casal adotou 11 crianças, mas quando a polícia chegou eles foram presos

0

Sharen e Michael Gravelle Ohio adotaram 11 crianças, após anos de convívio eles acabaram sendo presos. Tudo aconteceu depois que Carlyle Smith foi até a casa do casal para uma possível entrevista de emprego, em outubro de 2003. Carlyle iria trabalhar durante um período no local para ajudar os cônjuges com as crianças adotadas recentemente.

Na ocasião, segundo ele, estranhou o fato de Sharen não deixá-lo subir até o andar de cima da casa, onde ficava o quarto dos filhos. Só depois de um tempo ele descobriu o motivo de tal impedimento. Certo dia uma das crianças desceu para ir até o banheiro e a sua mãe, Sharen, disse-lhe imediatamente para voltar para o quarto, pois não havia pedido permissão para sair.

Na época, Michael acabou revelando a Carlyle que sabia quando as crianças tentavam fugir do local, pois os dedos ficavam cortados. Ao descobrir que as crianças ficavam trancadas dentro de uma gaiola e perceber os maus tratos que sofriam dos pais, Carlyle imediatamente pediu demissão. Ele chegou a comentar sobre o caso para o seu chefe, que não quis fazer nada.

Porém, anos depois, finalmente a polícia interviu na situação. Um dos oficiais de justiça enviados até a residência do casal, Richard Sutherland, contou que o local tinha um cheiro forte de urina, e que várias gaiolas foram encontradas no quarto das crianças, além da falta de higiene no local.

Ainda de acordo com Sutherland, as gaiolas de madeira e arame não pareciam grandes o suficiente para que alguns dos filhos mais velhos pudessem dormir. O Sr. e Sra. Gravelle acabaram sendo condenados a dois anos de prisão, sob a acusação de colocar em perigo a vida de outros.

Na época da decisão do juiz, Carlyle disse em depoimento que ouvia diversas vezes os pais chamarem as crianças de “macaco”. “Eu não acho que você deveria chamar um garoto de macaco, especialmente crianças que são negras”, comentou ele.

Vida transformada

Atualmente, as 11 crianças já se tornaram adolescentes e adultos. No início deste ano, dois deles, Abba e Simon contaram sua história em um programa de TV. Na ocasião, eles comentaram sobre o caso e disseram ter superado, que, apesar da infância terrível e traumática, conseguiram se tornar pessoas fortes e que tem respeito pelo próximo.

Os jovens revelaram ainda que nunca tinha conhecido Carlyle, a quem eles chamam de “salvador” e são muito gratos. No entanto, um vídeo emocionante mostra o encontro do Sr. Smith com os jovens. Confira abaixo:

O que você achou dessa história? Teria coragem de denunciar algum caso de maus-tratos? Deixe a sua opinião abaixo nos comentários. Aproveite para compartilhar essa história com seus amigos.

5 coisas que o Homem de Ferro pode fazer e o Batman não

Matéria anterior

Essa família ficou isolada por mais de 40 anos, e estavam assim quando foram encontrados

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos