Notícias

Câmeras de segurança flagram homem simulando quedas em supermercados para pedir indenização

0

Um homem, que achou que havia planejado uma boa estratégia para conseguir dinheiro fácil, foi flagrado no ato do golpe. Na ocasião, câmeras de segurança de supermercados em Santos e São Vicente, no litoral de São Paulo, o flagraram simulando acidentes para processar os estabelecimentos e receber indenização.

Para conseguir a queda, ele passava por um corredor, despejava um produto líquido deslizantes sobre o piso, como um detergente ou então um xampu. Em seguida, o homem voltava e, ao passar pelo local, escorregava.

A tentativa de golpe aconteceu na primeira quinzena do mês de abril e na última segunda-feira (2). Assim, as tentativas ocorreram em uma loja da Rede Krill e em uma unidade do Dia Supermercado.

No entanto, o homem não aplicou golpes só em supermercados, como também simulou um acidente em uma perfumaria de São Vicente. A loja confirmou o ocorrido, mas não quis comentar o caso.

Crime de estelionato flagrado por câmeras de segurança

O advogado Miguel Carvalho Batista informou ao g1 que a ação do homem se enquadra no crime de estelionato. Isso porque ele tenta obter vantagem ilícita, causar prejuízo a outras pessoas e usa de artimanha para enganar alguém ou induzir ao erro.

Ainda de acordo com o advogado, o indivíduo pode ser processado civilmente para reparar ou então restituir eventuais prejuízos causados aos estabelecimentos.

“Se comprovado que o suspeito simula essas quedas, ele poderá ser processado pelo crime de estelionato, previsto no Código Penal, com pena de reclusão de um a cinco anos e multa”, finaliza.

Golpe de falsas vendas de casa

Reprodução

Também no litoral de São Paulo, policiais civis do 3º Distrito Policial de Praia Grande prenderam três mulheres, de 22, 30 e 50 anos. Elas eram suspeitas de fazerem parte de uma associação criminosa que atuava na venda fraudulenta de casas de veraneio.

Segundo informações da polícia, uma das vítimas perdeu R$ 70 mil em um golpe. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Martins Lotti, o crime que o grupo pratica é estelionato.

“Pessoas pertencentes à associação criminosa invadiam uma casa, que já tinham conhecimento de que se tratava de um imóvel de veraneio, de que o proprietário pouco utilizava, porque mora em outro município, e trocavam os cadeados e fechaduras”, explica.

Na sequência, os bandidos anunciavam a venda desses imóveis nas redes sociais por valores bastante atrativos. Com isso, enganavam as vítimas e as chamavam para conhecer as casas.

“Os valores faziam com que muitas vítimas se interessassem pelos imóveis e fizessem contato, e aí se iniciava a farsa. Eles, então, marcavam o dia para que a vítima visse o imóvel”, afirma a autoridade policial.

Com as chaves que haviam trocado, os suspeitos mostravam as casas para as vítimas que, uma vez enganadas, realizavam as transferências bancárias para contas em nome de membros do grupo criminoso.

Estratégia de golpe envolve vários elementos

“Sempre um [dos criminosos] se apresenta como corretor de imóveis. O outro como proprietário, o terceiro, um advogado, e o quarto, muitas vezes, um suposto morador que está tomando conta da casa, ou mesmo um pedreiro que estava fazendo reforma. Tudo isso não passa de uma farsa. Nenhum deles era nenhuma dessas coisas”, afirma Iotti.

Além disso, os estelionatários faziam falso contrato de posse, assinavam e ainda faziam reconhecimento de firma em cartórios locais. “A vítima, muitas vezes leiga, achava que aquilo tinha um tipo de validade, e realizava a transferência. Temos duas vítimas que já reconheceram as autoras, e uma delas pagou R$ 70 mil aos golpistas, dinheiro que juntou a vida inteira para conquistar o sonho de comprar a casa na praia”.

Com o conhecimento de uma parte da associação criminosa que realizava o golpe, os policiais foram até o endereço de uma ação de venda de imóvel, onde conseguiram prender três mulheres. Porém, o trabalho para localizar os demais membros do grupo ainda prossegue.

Fonte: G1

Cobra com coloração rara é resgatada em cozinha e aparece sorrindo em fotos

Matéria anterior

Nasa revela qual som um buraco negro faz

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications