Curiosidades

Estas são as carreiras universitárias que desaparecerão após a inteligência artificial

0

Conforme o ChatGPT e mais ferramentas de inteligência artificial (IA) têm chamado atenção das empresas que estão buscando mais eficiência, várias dúvidas surgem a respeito disso, sendo a maior delas se os sistemas de inteligência artificial irão substituir os humanos nas mais variadas profissões.

Tendo essa dúvida em mente, uma pessoa decidiu consultar a própria inteligência artificial e perguntá-la quais carreiras universitárias poderiam desaparecer no futuro. A resposta que ela deu foi surpreendente. De acordo com a inteligência artificial, esses são os cursos que irão desaparecer no futuro.

Desaparecerão

SEGS

Tradutor e intérprete

Dentre todas as profissões, essa é uma das que tem mais chances de desaparecer no futuro. Isso pode acontecer por conta da existência de vários aplicativos e dispositivos que conseguem desempenhar essa função de uma maneira eficiente.

Contador

No Brasil, essa é uma profissão bastante popular. No entanto, a inteligência artificial pode ameaçá-la por conta de que várias empresas já estão migrando para ferramentas com essa tecnologia por conta da precisão que ela apresenta com os números.

Matemática

Mesmo ela sendo uma das principais ciências do mundo, a inteligência artificial também é uma ameaça a ela por conta da sua precisão.

Escritores de artigos e livros

A inteligência artificial pode afetar toda a área de “linguagem”, mas isso pode não se tornar tão realidade assim, visto que muitas pessoas online já criticam seu uso nesse campo e apontam que o sistema nunca terá a sensibilidade de um humano.

Engenheiro especializado em blockchain ou criptomoedas

Nem mesmo carreiras novas estão salvas de serem substituídas pela IA. No caso das pessoas que estudam as criptomoedas, elas podem ser substituídas por conta da quantidade de dados que uma inteligência artificial pode armazenar e nas previsões que ela pode fazer.

Substituição pela inteligência artificial

Essa tecnologia que dá às máquinas a possibilidade de terem conhecimentos através de experiências, e permite que elas se adaptem ao seu meio e desempenhem tarefas quase da mesma maneira que um ser humano faria.

Por mais que todo o ramo de pesquisa e desenvolvimento envolvendo a IA possa parecer bem promissor, a realidade é que ninguém sabe ao certo até onde essa tecnologia pode nos ajudar ou então ser a nossa ruína.

Claro que se o assunto envolve novas tecnologias, grandes nomes do ramo sempre são consultados. Esse foi o caso de Bill Gates que deu uma entrevista no ASU+GSV Summit, em San Diego, e comentou a respeito da evolução do chatGPT e outras ferramentas parecidas e o seu uso na educação.

Na visão dele, a inteligência artificial pode ajudar no aprendizado de matemática e na leitura. Contudo, essas ferramentas irão somente ajudar e nunca tomar o lugar dos professores.

Essa discussão tem ficado cada vez mais frequente, visto que o chatGPT tem mostrado grandes e notáveis habilidades acadêmicas. Mesmo assim, de acordo com Gates, “se você pegar os próximos 18 meses, por exemplo, as IAs vão chegar como assistentes de professores e dar feedbacks sobre a escrita. E então elas vão ampliar o que somos capazes de fazer em matemática”.

Além disso, Gates ressalta que para a inteligência artificial, o ensino da habilidade de escrita sempre foi uma grande dificuldade. Contudo, com os avanços que ela tem recebido, resultados impressionantes são vistos, o que dá uma grande esperança para o que essas ferramentas poderão fazer no futuro.

Sobre as ferramentas de inteligência artificial, Gates acredita que elas podem ir bem além de serem somente uma ferramenta para os professores. De acordo com ele, as tecnologias de inteligência artificial devem evoluir para ficarem cada vez mais capazes de passar aprendizados.

“Eu diria que é um marco muito valioso — engajar-se em um diálogo em que você ajuda os alunos a entender onde eles estão errando — e não estamos tão longe disso. A IA terá essa capacidade, de ser um tutor tão bom quanto qualquer ser humano jamais poderia ser”, pontuou ele.

Outra previsão de Gates é que a inteligência artificial irá poder ajudar na democratização da educação. “Isso deve ser um nivelador. Porque ter acesso a um tutor é muito caro para a maioria dos alunos – especialmente ter esse tutor se adaptando e lembrando de tudo o que você fez e analisando todo o seu trabalho”, concluiu ele.

Fonte: Nova mulher,  Tecmundo

Imagens: YouTube, SEGS

Teste revela que Einstein estava certo em paradoxo da mecânica quântica

Artigo anterior

China planeja colocar telescópios na órbita da Lua em 2026

Próximo artigo

Comentários

Comentários não permitido