Curiosidades

Estudante mora em uma kombi estacionada na faculdade

0

A educação é algo fundamental e indispensável na vida das pessoas. Por esse motivo, tornou-se um direito de todos. Nesse sentido, muitas pessoas sonham em fazer faculdade e ter um diploma, mas nem sempre moram na cidade da faculdade desejada ou tem condições para se bancarem em outro lugar. Mas isso pode não ser um empecilho, como mostrou esse estudante.

O estudante de psicologia Matheus Parize, de 20 anos, decidiu morar dentro de uma kombi estacionada na frente da Universidade Santa Cecília, em Santos, no litoral paulista.

Ele fez essa decisão para poder ficar mais perto da sua faculdade e, ao mesmo tempo, ter a liberdade de ir e vir sem se preocupar com contas fixas, como água, energia, e aluguel.

Kombi

G1

Embora o espaço dentro da kombi seja pequeno, ele é capaz de atender todas as necessidades básicas de moradia. Dentre elas estão, um fogão de duas bocas, geladeira de 12 volts, porta pote como se fosse um banheiro químico, tomadas, plugues com USB para celulares, três caixas d’água de 17 litros cada, condicionador de ar, isolamento térmico, um sofá que vira cama para até 4 pessoas e muitas gavetas para guardar roupas e objetos.

Quando o estudante vai tomar banho, ele usa uma piscina de plástico e uma cortina de lona para que a água não se espalhe por todo interior da kombi. O seu chuveiro é uma ducha de mão, que lhe atende bem para lavar todo seu corpo. Ademais, toda água do banho é despejada em uma boca-de-lobo.

A família do estudante é natural da capital paulista, mas eles se mudaram para Praia Grande há algum tempo por conta da vontade de morarem no litoral.

“Acho que essa ideia de viver viajando, conhecendo lugares, começou com meus pais. Eles sempre gostaram muito de fazer viagens de carro, parando nas cidades, visitando praias. Daí eu ficava sonhando que, quando eu crescesse, ia morar numa casa sobre rodas”, disse ele.

Sonho

G1

Os pais e os avós de Matheus o encorajaram a viver esse sonho. Por isso que, aos 16 anos ele começou a juntar dinheiro para que conseguisse realizá-lo. O avô e o pai do estudante o ensinaram a investir na bolsa de valores. Nesse ínterim, todo o dinheiro que ele ganhava da família no natal e em seu aniversário ele aplicava em ações.

Ao final, os cerca de mil reais que ele aplicou inicialmente junto com os investimentos feitos periodicamente deram o suficiente para que Matheus pudesse comprar seu primeiro carro aos 18 anos. O carro era um Fiat Stilo.

Depois de ter o carro, ainda com uma carteira de motorista provisória, Matheus começou a fazer corridas particulares, transportando passageiros indicados pela família e amigos.

Quando ele estava com sua carteira definitiva, Matheus começou a trabalhar como motorista de aplicativo. Nessa época ele ainda morava com seus pais, então todo dinheiro que ganhava ele colocava em aplicações.

Nesse período, o estudante já estava procurando na internet um carro que ele pudesse comprar e que atendesse às suas demandas mínimas para ser uma casa sobre rodas.

Realidade

G1

Então, em outubro de 2021, o pai de Matheus viu um vídeo no YouTube, sobre uma Kombi amarela, toda equipada, à venda em Santa Catarina.

“Fomos então para lá. Eu, minha mãe e um amigo, de carro. Compramos a Kombi, que o dono tinha batizado de Xepa. Ela era linda, tinha tudo o que eu precisava. Meu amigo então voltou com o carro e eu e minha mãe voltamos de Kombi. A viagem dele de volta durou 8 horas. A nossa, 3 dias. Foi muito legal, paramos em vários lugares, conhecemos muitas pessoas”, lembrou Matheus.

Quando o estudante chegou em casa novamente ele rebatizou a kombi para Joelma, ex-Banda Calypso. “Ela tem uma força de superação por tudo o que aconteceu após a briga dela com o Chimbinha, uma vibe alto astral. Então eu pensei: ‘minha Kombi também é loira, afinal é amarela, e alto astral. Vai se chamar Joelma'”, explicou ele.

Atualmente, Matheus mora em frente a sua faculdade e diz que existem várias vantagens nisso.

“Eu tenho acesso rápido à biblioteca, posso dormir até mais tarde antes das aulas, sem falar na convivência maior com os meus colegas. A qualquer momento, eu posso dar a partida e pegar a estrada, isso me dá uma sensação de liberdade incrível. Não troco mais essa vida por nada”, ressaltou o estudante.

Matheus também tem um cachorro, Zeca, que vive com ele. Zeca tem sua própria caminha, água e ração à vontade. Além de ter ar condicionado quando Matheus está em aula.

“Passeio com ele 5 vezes por dia. Antes de ir para a aula, no intervalo, depois da aula, no meio da tarde e à noite. Só quando estou em aula, ele fica aqui dentro, mas com o ar climatizado. Quando eu volto, ele gosta de ficar deitado do lado de fora, já fez amizade com meus colegas e com os vizinhos. Virou atração do bairro”, contou.

Fonte: G1

Imagens: G1

Foto de Kim Kardashian ajudou a resolver roubo de sarcófago

Matéria anterior

Sistema japonês devolve objetos perdidos para os donos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos