Curiosidades

Estudo mostra que abandonar os combustíveis fósseis traria benefícios imediatos para milhões

0

Em suma, com o passar dos anos, o planeta vem sofrendo com o aumento da poluição e tanto os animais, quanto os homens, vêm enfrentando as consequências. As estatísticas da poluição são alarmantes. O ser humano é por si só um animal cheio de manias nojentas. E que polui o habitat de outros seres vivos sem pensar nas consequências que isso pode gerar. E como essa poluição pode voltar e prejudicá-lo.

A poluição causada pelo combustível fóssil foi a responsável por mais de oito  milhões de mortes prematuras em  2018. Isso corresponde a quase 20% da mortalidade de adultos no mundo todo.

O pior é que os sumidouros naturais, como por exemplo, as florestas e oceanos, só eliminarão o dióxido de carbono (CO2) emitido pela queima de combustíveis fósseis entre 300 e mil anos. Isso mostra que os benefícios de se fazer a transição para energia limpa sejam aparentes nas escalas de tempo bem mais longas do que os limites de mandato político e ciclos eleitorais.

Estudo

Um estudo feito nos EUA descobriu que, mesmo que haja cortes profundos nas emissões do setor de energia, isso não terá como resultado um resfriamento do clima até depois de 2100.

E existe um grande benefício de curto prazo para a saúde do mundo em erradicar os combustíveis fósseis. Isso porque, além de produzirem gases de efeito estufa, que aquecem a atmosfera do planeta, os poluentes mais perigosos para a saúde são pequenas partículas que podem penetrar profundamente nos pulmões.

Essas partículas tem o diâmetro máximo de 2,5 micrômetros e se chamam PM2,5. Elas caem no ar quando chove e ficam na atmosfera durante um tempo bem mais curto do que o CO2.

Transição

Segundo um estudo feito em colaboração com pesquisadores da Universidade de Harvard no começo de 2021, se estimou que a exposição à poluição do ar pelo uso de combustíveis fósseis em todo mundo é a responsável por uma em cada cinco mortes prematuras.

Os resultados sugerem que, pelo menos, 8,7 milhões de mortes prematuras de adultos poderiam ter sido evitadas em um único ano. Isso se os países já tivessem abandonado os combustíveis fósseis.

As causas mais comuns de morte prematura pela exposição à poluição do ar são: doenças cardíacas e câncer de pulmão. Mas os pesquisadores também dizem que existem outras doenças.

Benefícios

Mesmo que o estudo mostre os inúmeros benefícios do abandono dos combustíveis fósseis, ele ainda é, provavelmente, uma subestimação dos possíveis benefícios para a saúde pública.

Outro ponto foi que o estudo focou em adultos. Isso porque a relação da poluição do ar e problemas de saúde em crianças não é totalmente compreendida. Contudo, já se mostrou que ela prejudica o crescimento e impede o desenvolvimento do cérebro e dos pulmões das crianças.

De qualquer forma, os benefícios dessa transição para energia limpa para a saúde são substanciais e podem aparecer rapidamente.

Fonte: https://www.sciencealert.com/banning-the-burning-of-fossil-fuels-could-immediately-save-one-in-five-from-early-death

Experimento mostra que atração romântica está relacionada a batimentos cardíacos sincronizados

Matéria anterior

Existe uma diferença estranha entre o nosso cérebro e o de outros mamíferos

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos