Curiosidades

Exercício intenso prejudica o botox?

0

Todos nós sabemos sobre a importância de fazer exercícios físicos constantemente. Isso porque a prática deles produz melhorias, não somente estéticas, como também condicionamento para o praticante. Especialistas recomendam ao menos uma caminhada por dia, pois isso aumenta a produção de endorfinas, diminui a tensão muscular e abaixa o hormônio do estresse.

E, nessa busca pela melhor versão, às vezes, as pessoas recorrem à cirurgias plásticas ou procedimentos estéticos para mudar o que não estão satisfeitas. E ao mesmo tempo não interrompem os exercícios para manter o corpo sempre em forma.

Mas quem pratica atividade física sabe que, quanto mais intensa é a atividade, mais caretas se faz para conseguir completá-la. Então uma pergunta surge: será que a atividade física pode afetar a durabilidade do botox?

Atividade física e botox

“É verdade que quem faz atividade física intensa pode, não necessariamente vai ter, diminuição de alguns procedimentos. A toxina botulínica, o botox, está relacionada com quanto mais você exercitar alguns músculos onde a gente a aplica. Por exemplo, os músculos do bravo, entre as sobrancelhas, quanto mais você exercita eles, mais rápido voltam a se mexer. Mas o principal fator da duração da toxina botulínica com o exercício intenso é a diminuição da porcentagem de gordura. Quando ela diminui, normalmente vem acompanhada de um aumento da contração muscular mais cedo depois da toxina botulínica”, conta o dermatologista Daniel Coimbra.

Então, vemos que o botox vai durar conforme a região for ou não movimentada. Por isso, olhando o todo, o exercício físico não tende a influenciar muito. O dermatologista ainda responde se existe alguma atividade que seja considerada melhor para aquelas pessoas que passaram por algum procedimento estético.

“Sobre os preenchimentos, se fizer o botox em áreas onde tem muita atividade muscular, como queixo e boca, tem uma duração menor. Áreas com pouca mobilidade da face, como nariz, parte superior da bochecha, olheira e outras áreas tendem a durar mais. Não acredito que o exercício físico no corpo influencie nisso. O que ocorre é, quando o preenchimento vai repor um volume que foi perdido na face pela idade, quando você diminui a porcentagem de gordura por exercício intenso, você perde a própria gordura do rosto, o que te deixa com aspecto mais cansado e aparência de que perdeu volume no rosto”, explicou.

Observações

“Aparência de perda de volume no rosto gera aparência de como se tivesse perdido preenchimento do botox, porém, se for realizar um ultrassom, provavelmente o preenchimento está ali. O que ocorre é a perda da própria gordura do rosto pelo exercício intenso podendo o paciente necessitar de maiores quantidades de preenchedor. Eu recomendo atividades de pouco impacto. Então, atividades de muito impacto como corrida, acredito que estejam relacionadas com uma maior perda de volume do rosto e talvez (estudos ainda não comprovaram isso) pode haver um aumento da flacidez da face. Atividades com exercício extenuante ou que exijam muito esforço do paciente devem ser feitas no máximo 3 vezes na semana. Já está comprovado que atividade física intensa muito frequente ou todos os dias da semana provoca a elevação de radicais livres no corpo com o aumento do envelhecimento”, ressaltou.

Com relação à durabilidade do botox, Daniel disse que ela varia entre quatro e seis meses. “Normalmente, recomendo aos pacientes que apliquem de 4 a 6 meses dependendo da necessidade de cada um, do quanto aquele músculo está sendo recrutado, quanto vai estar mexendo, o quanto de linhas tem na pele, se o paciente está com aparência de cansado. Mas não existe regra”, concluiu,

7 atores que filmaram cenas íntimas com seus ex

Matéria anterior

7 tramas de novelas que se parecem com filmes

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.