Entretenimento

Fã de ‘Stranger Things’ leva mais de 12 horas para se transformar em vilão

0

Um grupo de adolescentes e alguns adultos que moram na cidade pacata de Hawkins, nos Estados Unidos, conseguiu conquistar milhões de pessoas ao redor do mundo com suas aventuras inacreditáveis. Stranger Things já lançou sua quarta temporada e, a cada novo capítulo, descobrimos mais sobre as pesquisas militares malucas e os monstros que são resultados disso.

Primeiro, conhecemos o Demogorgon, que aterrorizou não só os personagens, como os espectadores. Depois, os criadores nos apresentaram os Demodogs, que são versões mais animalescas dos Demogorgons. Tivemos também o Mindflayer, que é como uma aranha gigante que também se manifesta como partículas em uma nuvem do mal.

Além disso, conhecemos o mutante feito pelo Tom e o Bruce, que tem uma criação inspirada em Frankenstein. Porém, na temporada mais recente, a série apresenta o Vecna e este é o verdadeiro vilão. Dessa forma, ele fez bastante sucesso entre os telespectadores, incluindo Júlia Lopes, de 21 anos, natural do Mato Grosso do Sul.

A jovem estudante de Arquitetura de Dourados usou sua criatividade e talento para recriar a aparência do vilão de Stranger Things por meio da maquiagem e vem fazendo sucesso na internet. Todo o processo para se tornar a versão corrompida de One demorou 12 horas.

Como Júlia é fã da série de ficção científica desde a primeira temporada, ela estava ansiosa para tentar recriar o vilão Vecna. Então, para tal desafio, a jovem usou massa fake, látex, algodão, lentes especiais, tintas e pincel.

“Desde quando terminei a série queria muito fazer o Vecna, a preparação começou desde quando pedi uma lente branca, que demorou dias para chegar, mas fez muita diferença na maquiagem. No dia deixei pincéis, algodão, látex, gelatina incolor e tudo que pudesse precisar próximo para facilitar”, disse.

12 horas de trabalho

Vecna maquiagem

Redes sociais

Quem já assistiu a quarta temporada, ou pelo menos viu os memes, sabe que Vecna é cheio de detalhes. Portanto, Júlia conta que levou cerca de 12 horas para finalizar a transformação, sendo que 7 dessas horas ela passou respirando apenas pela boca. Quando ela finalizou a maquiagem, a jovem preparou um vídeo inspirado na série para compartilhar o resultado nas redes sociais.

“Imaginei que levaria umas seis horas para finalizar, mas no final foram mais de 12 horas de preparação. Passei mais de sete horas respirando só pelo nariz para não estragar o trabalho”, descreveu.

Assim, a jovem destaca que sempre gostou de se maquiar, principalmente em contextos como o Halloween, ou Dia das Bruxas. Com o objetivo de divulgar seu trabalho, Júlia começou a compartilhar suas maquiagens artísticas em suas redes sociais.

Em uma entrevista ao G1, ela disse que tem como sonho se formar em arquitetura e ser reconhecida pela maquiagem. “Amo me maquiar, trabalho com maquiagem artística desde 2017, mas comecei em 2012. Sempre procurei formas de adaptar os produtos sem gastar muito.”

O sucesso de Stranger Things

O seriado se passa na cidade tranquila de Hawkins, Indiana, nos Estados Unidos, em 1983. A volta no tempo certamente oferece uma dose boa de nostalgia para o público, que lembra, ou imagina, uma época mais simples: Walkmans, tardes jogando com os amigos e um tempo em que a sobrevivência da raça humana e a destruição da Terra nem era uma preocupação. Bem, Stranger Things é centrado nesse assunto, mas de uma forma vilão-de-outra-realidade e menos emissão-de-carbono.

Para além dessa aposta na nostalgia, os criadores tiveram referências de produções de sucesso, como Poltergeist – O Fenômeno (1982), O enigma de outro mundo (1982), Evil Dead – A Morte do Demônio(1982) e, até, Os Goonies (1985).

O elenco é amável, desde a misteriosa menina com poderes psíquicos, Eleven, interpretada por Millie Bobbie Brown, que foi a revelação da série, até o típico garoto popular do colégio, Steve, interpretado por Joe Keery. Todos têm seu momento de aprofundamento que oferece uma chance de se apaixonar.

Outro ponto que contribuiu para o sucesso foi uma sacada genial dos criadores: nada de fillers. Isso significa que todos os episódios são necessários para evoluir a narrativa, diferente de outras séries de longa duração com temporadas mais extensas. Portanto, forma-se uma trama bem amarrada e interessante.

Fonte: G1

Cliente recompensa garçonete com gorjeta de R$ 16 mil

Artigo anterior

O ‘nude’ que ajudou a desvendar maior roubo doméstico do Reino Unido

Próximo artigo