Curiosidades

A história por trás da lenda do Mago Merlin

0

Você provavelmente já ouviu falar das lendas da época da Idade Média. A do Mago Merlin é uma delas. Na verdade, existem muitas lendas a respeito da vida e história de Merlin. De acordo com uma delas, esta figura lendária teve origem na tradição celta e se realmente existiu, viveu no País de Gales durante o século VI. Quando ele nasceu era chamado Emrys. Após se tornar conhecido, passou a se chamar Merlin, uma versão latinizada da palavra gaulesa “Myrddin”.

Conforme a lenda, o mago nasceu da união de uma mulher, a filha de um rei, com um íncubo, ou seja, um espírito mau. As pessoas suspeitavam que a criança “diabólica” (Merlin) representava uma ameaça a boa influência que Jesus Cristo teve na terra. No entanto, Merlin foi batizado quando ainda era criança e deixou de ser visto como uma pessoa ruim, embora tenha herdado os poderes de seu pai.

Merlin, em algumas lendas, é considerado o construtor de Stonehenge, embora sua principal tarefa é permitir através de suas magias, que o rei Uther Pendragon, o Grande Rei da Grã-Bretanha, gerasse Arthur, que se tornou o lendário líder britânico Rei Arthur. Uther havia se apaixonado por Lady Igrain, que era casada com o duque Gorlois. Este, sabendo da paixão do rei, trancou sua esposa no castelo de Tintagel. Merlim foi responsável por transformar a aparência de Uther, que ficou bastante parecido com Gorlois.

Uther então conseguiu entrar no castelo e se deitar com Lady Igrain. Eles transaram e geraram Arthur. Uther prometeu a Merlin que, em troca da transformação, ele entregaria o fruto de seu relacionamento.

O duque Gorlois morreu em uma batalha e Uther conseguiu se casar com Igrain. Quando Arturo nasceu, ele cumpriu sua promessa e então entregou a criança, que foi criada por Sir Hector ao lado de Kay.

Quando Uther morreu devido a problemas hereditários, Merlin levou-o à espada Excalibur que Arthur tirou da pedra. A Inglaterra tinha então um novo rei que instituiu a “Ordem dos Escudeiros da Távola Redonda”, uma organização composta pelos melhores guerreiros do Reino, os quais se reuniam em volta de uma távola circular.

Contudo, Merlin é uma figura contraditória segundo alguns estudiosos, visto que ele tinha herdado a maldade de seu pai, um íncubo. Apesar disso, ele superou o mal e dedicou suas habilidades para a prática de magia, profetizando e fazendo transformações. Ele tinha grande relação com a natureza, especialmente com a floresta e os animais. Merlin também conhecia os mistérios da Terra, do Céu, da vida e da morte.

Alguns o consideram um feiticeiro, outros um santo. Ele também era conhecido por ser um um domador de dragões e às vezes se torna um deles. Independente do que eles representavam para as pessoas, todos o reconheciam como um dos homens mais sábios da história.

O fim da história

De acordo com a maioria das lendas e tradições, Merlin não morreu. De acordo com uma das lendas, quando ele envelheceu, se apaixonou perdidamente pela bela fada Viviane, também conhecida como Nimue. Ele a chamou de “A Dama do Lago”. A fada aceitou viver um romance com o Merlin com uma condição. Ele tinha que ensinar a ela tudo que havia aprendido, inclusive seus segredos de magia. Nimue então começou a desconfiar e temer Merlin ao saber que ele era filho de um demônio. Algumas lendas dizem que a Dama do Lago aproveitou esse conhecimento para aprisionar Merlin numa gruta.

 

7 águas mais misteriosas que existem no mundo

Matéria anterior

7 super-heroínas que ficaram ainda melhores ao envelhecer

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos