CuriosidadesInovação

Irmãos ganham US$ 250.000 com invenção natalina

0

Em dezembro de 2018, os irmãos Ayaan e Mickey Naqvi estavam pendurando enfeites na árvore de Natal, quando um dos itens caiu ao chão e quebrou. Os engenhosos garotos de apenas 12 anos decidiram, então, criar um dispositivo que fosse capaz de conectar de forma segura os enfeites às árvores de Natal.

De acordo com a CNN, os Naqvis obtiveram, somente no primeiro ano, uma receita de mais de US$ 250.000 com a engenhosa âncora de ornamentos. O dispositivo, altamente funcional, garante que os enfeites fiquem completamente presos ao redor de um galho, ao contrário dos ganchos tradicionais.

A invenção dos irmãos

Como a demanda pelo produto foi extremamente alta, os irmãos decidiram transformar a âncora de ornamentos em um negócio global. Três meses antes da chegada do coronavírus, os irmãos apresentaram o produto nos programas Good Morning America e Shark Tank.

Com o intuito de aumentar ainda mais a receita orçamentária, os irmãos, durante os programas, se comprometeram a doar 10% dos lucros para abrigos de animais. “Quando eu era pequeno, desenvolvi um fascínio por todos os animais de estimação”, disse Ayaan, em uma entrevista ao The New York Post. “Agora, meu objetivo é ajudar o maior número possível de animais necessitados”.

Atualmente, os Naqvis moram em Shelton, Connecticut, a cerca de uma hora de carro da cidade de Nova York. Antes de transformar a âncora de ornamentos em um negócio, Ayaan decidiu testar o produto em um projeto escolar.

O protótipo desenvolvido pelos irmãos ganhou proporções inesperadas. Pais e professores demonstraram um enorme interesse em adquirir âncora de ornamentos e foi exatamente nesse momento que os Naqvis perceberam que era hora de lançar o produto no mercado.

“Meu irmão e eu trabalhamos juntos para projetar o produto para, em seguida, patenteá-lo. Além disso, criamos um site incrível, calculamos as margens de lucro e fizemos nossa própria análise de mercado”, disse Ayaan. “Fizemos um mês antes do Natal”.

Mercado

Embora os irmãos sejam ambiciosos, possuam uma ótima ideia e tenham desenvolvido um produto funcional, é impossível dizer quanto de lucro os irmãos obtiveram esse ano, afinal, o Natal ainda não passou.

Espera-se que a receita seja maior que as anteriores, até porque Naqvis, ao que parece, não têm medo de arregaçar as mangas. Em uma feira de Natal realizada neste ano, os irmãos conseguiram arrecadar mais US$ 1.000 vendendo as âncoras de ornamentos em apenas seis horas.

Além disso, vale lembrar que o lucro será também um reflexo dos inúmeros outros programas de TVs que os irmãos participaram neste final de ano – sem contar as divulgações que foram feitas pelos meios de comunicação.

De acordo com a QVC, as âncoras de ornamentos tornaram-se tão populares que chegaram a esgotar duas vezes. Mesmo sendo sucesso absoluto, os Naqvis afirmaram que 2020 foi um ano extremamente difícil.

“A chegada do coronavírus nos pegou de surpresa. Ficar em casa, estudar em casa, ou seja, fazer tudo em casa foi bem complicado. Não esperávamos isso”, disse Ayaan. “Passamos altos e baixos, assim como todos. Mas, agora, é hora de voltar a focar nos negócios”.

Um buraco negro super massivo desapareceu

Matéria anterior

Foto de maior exposição na história foi feita com uma lata de cerveja

Próxima matéria

Comentários

Comentários não permitidos.

Mais em Curiosidades

Você pode gostar