Ciência e Tecnologia

NASA pretende explorar ”cadáver” de planeta em cinturão de asteroides

0

Em meio à várias missões ambiciosas em andamento, a Agência Espacial Americana divulgou essa semana detalhes de uma nova missão. Dessa vez, a NASA pretende desbravar o núcleo nu de um planeta morto e primitivo. A grande rocha espacial misteriosa, chamada de Psique, está orbitando a nossa grande estrela entre Marte e Júpiter. Chegar até ela será uma viagem bem longa.

O projeto entrou em sua fase final recentemente. Se tudo correr como o planejado, até janeiro de 2026, uma espaçonave da NASA pousará no planeta morto. A grande rocha, composta quase que completamente de ferro e níquel, intriga cientistas planetários há muito tempo. Eles suspeitam que a Psique possa ser o núcleo exposto de um protoplaneta, que morreu há muito tempo, ainda nos primórdios do nosso sistema solar. E para saber isso com certeza, só indo mesmo ver de perto o “cadáver” do planeta, que está localizado em um cinturão de asteroides.

A missão

A NASA pretende pousar sua nave espacial em Psique no dia 31 de janeiro de 2026. O objeto de 200 quilômetros de largura, no cinturão de asteroides, recebeu esse nome em homenagem à ninfa que se casou com o Cupido na mitologia grega. Os cientistas acreditam que o planeta, hoje morto, poderia ter uma circunferência parecida com à de Marte. Mas isso bem antes das colisões que quebraram a sua camada rochosa externa, deixando o seu núcleo exposto.

A equipe de cientistas, recrutados para trabalhar na missão Psique, esperam que a investigação forneça evidências mais conclusivas sobre o planeta morto. E que a viagem exploratória revele novas informações sobre o turbilhão de matérias que formou a grande rocha pela primeira vez.

“Com a transição para esta nova fase da missão, estamos a um passo de descobrir os segredos de Psique, um grande e misterioso asteroide metálico, e isso significa o mundo para nós”, disse Lindy Elkins-Tanton, cientista planetária da Universidade do Estado do Arizona, em um comunicado. Ele é o pesquisador e principal líder da missão Psique.

O planeta morto

Psique tem uma massa de cerca de 49 bilhões de bilhões de libras, cerca de 22 bilhões de quilos aproximadamente. Isso é o equivalente a apenas 0,03% da massa da Lua. Além disso, o planeta morto é o décimo primeiro asteroide de maior massa conhecido no nosso sistema solar. Asteroides, como Ceres e Vesta, são até maiores que ele, porém são feitos principalmente de pedra e gelo. Mas, não restam dúvidas que de Psique é o maior objeto conhecido de seu tipo metálico quase puro orbitando o sol.

É esperado que a sonda Psique orbite o grande objeto de metal por algumas semanas. E que colete informações sobre a sua idade e como se deu a sua formação. Na fase final do projeto, os engenheiros da NASA estão trabalhando nos planos finais e construindo a maioria das peças que comporão a espaçonave. Só na fase seguinte, esperada para 2021, é que eles irão unir todas essas peças e montar a espaçonave final.

E se tudo der certo como o planejado, a missão deve ser lançada em agosto de 2022. Em 2023, passará por Marte e só pousará em Psique três anos depois, já em 2026. Como se pode ver, é uma missão a longo prazo. E ainda vai demorar um pouco para sabermos mais sobre o tal planeta morto.

Simples foto de pica-pau está viralizando após causar desconforto nas redes sociais

Matéria anterior

Casal viraliza por sair de casa apenas se estiverem combinando roupas

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.