Curiosidades

Notas manuscritas de Einstein sobre a teoria da relatividade quebram recorde em leilão

0

Em suma, nossa humanidade já foi abençoada com alguns gênios. Albert Einstein foi um físico alemão que é conhecido pela Teoria da Relatividade. Ele é um dos pilares da física moderna e é famoso também por sua fórmula de equivalência de massa-energia, E=mc².

Ademais, a genialidade de Einstein não é questionável. Mas, até hoje, vários cientistas tentam refutar suas teorias ou coisas que foram ditas por ele, e até hoje, o físico alemão venceu.

Contudo, o que muitos podem não saber é que, ao contrário de vários cientistas famosos da sua época, Einstein não tinha um registro educacional impecável e nem estava bem posicionado na comunidade científica. Ele se encaixava perfeitamente no estereótipo de gênio solitário que, normalmente, trabalhava sozinho.

Einstein

Justamente por ser uma figura tão importante na nossa história, qualquer registro de Eintein tem o seu valor, não apenas histórico, mas também monetário. Tanto que, as notas manuscritas do físico a respeito da teoria da relatividade foram vendidas em um leilão em Paris por impressionantes 11,6 milhões de euros. Essa quantia foi um recorde.

Se avaliou esse manuscrito em cerca de um quarto da soma final. O valor é de longe o mais alto já pago por qualquer coisa escrita por um cientista gênio. As anotações contém o  trabalho preparatório para a conquista da famosa teoria da relatividade publicada em 1915.

Segundo a Christie’s, quem administrou a venda em nome da casa de leilões Aguttes, as notas foram chamadas de “sem dúvida o manuscrito de Einstein mais valioso a ser leiloado”. A estimativa de preço, antes do leilão, era de três milhões de euros.

Outras obras de Einstein também atingiram recordes. Um em 2018 por 2,8 milhões de dólares para a chamada “carta de Deus”, e outro em 2017 para uma carta a respeito do segredo da felicidade por 1,56 milhão de dólares.

Leilão

Os lances para esse leilão mais recente abriram em 1,5 milhão de euros. E logo as ofertas ultrapassaram a estimativa dos leiloeiros. Ao todo, aproximadamente 100 colecionadores e curiosos compareceram à venda. E depois de alguns minutos, apenas dois participantes, via  telefone, estavam competindo pelas notas.

Ainda não se sabe informações a respeito da entidade ou nacionalidade do vencedor do leilão.

O documento tem ao todo 54 páginas escritas à mão por Einstein  e seu colega e confidente, o engenheiro suíço Michele Besso, em 1913 e 1914 em Zurique, na Suíça. De acordo com a Christie’s, foi graças a Besso que o manuscrito foi preservado.

“Isso foi quase como um milagre, já que o próprio gênio nascido na Alemanha dificilmente manteria o que considerava um simples documento de trabalho. Hoje, o jornal oferece um mergulho fascinante na mente do maior cientista do século 20”, disse a Christie’s.

Notas

As notas discutem a teoria da relatividade geral, com base em sua teoria da relatividade especial de 1905, que foi eternizada na famosa equação E = mc2.

As teorias de Einstein revolucionaram o campo da física quando introduziram novas formas de ver o movimento dos objetos no espaço e no tempo.

“Em 1913, Besso e Einstein atacaram um dos problemas que vinham incomodando a comunidade científica há décadas: a anomalia da órbita do planeta Mercúrio. Este manuscrito inicial contém um certo número de erros despercebidos”, pontuou a Christie’s.

“Documentos científicos de Einstein neste período, e antes de 1919 em geral, são extremamente raros. Sendo um dos dois únicos manuscritos de trabalho que documentam a gênese da teoria da relatividade geral que conhecemos, é uma testemunha extraordinária do trabalho de Einstein”, ressaltou.

Fonte: https://www.sciencealert.com/einstein-s-rare-relativity-papers-have-just-sold-for-an-extraordinary-sum-at-paris-auction

Novo tipo de célula descoberta no coração pode ser fundamental para seu batimento

Matéria anterior

Os bebês choram no útero?

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos