Nova "brincadeira" nos EUA faz gamer ser preso pela SWAT ao vivo

POR A redação    EM Curiosidades      31/08/14 às 00h16

A polícia da cidade de Littleton, nos Estados Unidos, prendeu um jogador profissional de jogos online, por causa de uma nova "brincadeira" que vem surgindo no país, o "swatting". E tudo foi filmado e assistido ao vivo pelos fãs que o acompanhavam pelo site destreaming, Twitch.

Enquanto Jordan Mathewson, conhecido na internet como Kootra, jogava Counter-Strike no escritório do time de jogadores profissionais,The Creatures, ele foi vítima da pegadinha. Uma pessoa ligou fazendo uma falsa denúncia, tão grave que necessitava que uma equipe da SWAT entrasse em ação.

"Logo na hora eu já sabia o que estava acontecendo", disse Mathewson. "Mas eu ainda estava assustado, sabe, ter armas apontadas para você não é exatamente algo comum. Nós ainda não tínhamos experienciado [o swatting], mas nós conhecemos pessoas que já passaram por isso antes", completou.

"Eu ouvi pessoas dizendo que eu parecia estar achando divertido, mas eu realmente não tinha controle sobre eu mesmo no momento. Eu só estava assustado e eu realmente não sabia o que estava passando pela minha cabeça", explicou Mathewson.

A ação foi gravada pela webcam do jogador, que estava jogando e transmitindo ao vivo do escritório. O autor da ligação, para a polícia, disse que duas pessoas tinham sido baleadas e que outras eram reféns sob ameaça, dizendo ainda que se os policiais invadissem o local, ele atiraria nos reféns.

"Não haviam vítimas nem nenhuma evidência de que tiros foram disparados. Se a investigação determinar que o incidente de hoje foi um trote, os envolvidos serão processados", disse em nota a polícia de Littleton.

Uma pessoa identificada apenas como @ScrewPain, no Twitter, disse ser o responsável pela ligação, porém, a polícia ainda não verificou a veracidade.

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+