A Ilha de Páscoa está situada a 3 700 km de distância da costa oeste do Chile e constitui a província chilena de Ilha de Páscoa. Sua população em 2002 era de 3 791 habitantes, 3 304 dos quais viviam na capital Hanga Roa. É famosa pelas suas enormes estátuas de pedra, os moais.

Nós estamos acostumados a vermos imagens da Ilha de Páscoa com aquelas tais cabeças misteriosas, os tais moais, mas vocês já pararam para pensar que podem existir várias coisas por baixo daquelas cabeças? Nós fomos atrás e conseguimos algumas fotos das escavações onde podemos ver os torsos das cabeças com decorações esculpidas.

Alguns pesquisadores estudaram cerca de 150 cabeças de pedra localizadas na área, e nos últimos anos eles desenterraram algumas cabeças com troncos de até sete metros de comprimento.

Publicidade
continue a leitura

Os arqueólogos afirmam que as estátuas não foram enterradas no início, mas com o passar do tempo, devido às condições meteorológicas, elas ficaram como estão hoje, enterradas.

A primeira pessoa a afirmar que não eram só cabeças, mas sim o torso completo, foi o explorador Thor Heyerdahl, que talvez tenha escutado algo dos nativos.

Publicidade
continue a leitura

Esse moais apresentam uma fisionomia indecifrável, repleta de enigmas e segredos. Eles se reportam aos antepassados dos aborígines, divinalizados após a morte.

Publicidade
continue a leitura

As esculturas foram entalhadas em pedras calcárias porosas e de origem vulcânica, são conhecidas como tufos.

E aí, já sabiam o que tinha embaixo da Ilha de Páscoa? Comentem!

Publicado em: 31/05/17 09h12