Ciência e Tecnologia

O que pode acontecer com alguém que dormir com lentes de contato?

0

Se você utiliza lentes de contato, provavelmente já se fez esse questionamento em algum momento. A maioria das pessoas já sabe que não deve pegar no sono sem tirar as lentes, mas ainda assim é possível perceber o hábito em momentos acidentais, cochilos rápidos ou sonos repentinos quando você está muito cansado.

De acordo com relatórios publicados pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, praticamente todos os usuários de lentes de contato possuem algum hábito prejudicial que pode levar a uma infecção, incluindo 50% das pessoas confirmando que já dormiram sem tirar as lentes dos olhos.

Apesar de algumas lentes serem feitas para o uso durante a noite, dormir com os olhos cobertos por lentes pode aumentar o risco de infecções nos olhos. A córnea é oxigenada por meio do contato com o ar, o que significa que, ao usar lentes, parte do tecido perde o contato com o ar e recebe menos oxigênio, explica o cirurgião Kerry Assil, de Los Angeles.

Baseado nisso, conheça alguns dos principais riscos associados a dormir com as lentes de contato.

Hipóxia do olho

1

A hipóxia significa a baixa concentração de oxigênio em alguns tecidos do corpo. Como a córnea não recebe circulação de sangue, recebe o abastecimento de oxigênio do ar e das lágrimas. Ao cobrir o olhos com a lente e mantê-los fechados durante o sono, o suprimento de oxigênio pode ser muito prejudicado. Se a hipóxia persistir, alguns problemas podem surgir, como o crescimento de vasos. O problema pode levar à perda de visão caso eles cresçam muito além da conta.

Úlcera da córnea

2

As lentes de contato podem causar danos ao olho se não receberem o cuidado e manutenção correta. Se elas arranharem a superfície da córnea, por exemplo, a região pode ficar aberta a infecções microscópicas e contaminar os olhos. Em casos de desenvolvimento da úlcera, pode ser preciso recorrer ao transplante da córnea para corrigir o problema. De acordo com o Dr. Jeffery Walline, as pessoas que dormem com lentes têm, pelo menos, cinco vezes mais chances de desenvolver infecções da córnea.

Parasitas

Close-up of woman putting in contact lens

Depois de manter as lentes de contato por seis meses, a estudante Lian Kao, de Taiwan, descobriu que a ideia não era boa da pior maneira possível. Ela foi infectada com uma ameba de nome Acanthamoeba, que afetou o olho, pele e sistema nervoso central. Enquanto a estudante mantinha as lentes de contato, parasitas se instalaram em sua córnea e começaram a comer pedaços de seu olho. Você pode saber mais detalhes sobre essa história numa matéria que publicamos aqui mesmo, na Fatos Desconhecidos.

Cegueira

4

A ceratite, inflamação da córnea, é o problema mais comum ligado ao uso de lentes de contato. O problema pode ser causado por bactérias, fungos e até mesmo herpes. Não tratados, todos esses problemas podem levar a perda parcial da visão, necessidade de transplante de córnea ou cegueira. A forma de se manter livre de infecções dessa forma é manter a manipulação das lentes com segurança, guardá-las com cuidado e manter a higiene das lentes.

Por conta dos riscos, atrasar a sua soneca em alguns segundos para tirar as lentes pode valer muito a pena. Em casos de urgência, você pode tentar confiar em colírios para lubrificar os olhos durante cochilos extremamente necessários, mas é sempre importante consultar oftalmologistas para ter confiança no procedimento. A recomendação profissional pode até mesmo te ajudar a escolher lentes mais seguras e que podem ser utilizadas durante a noite.

9 prazeres que só quem nasceu em uma cidade pequena

Matéria anterior

15 gírias da favela que você já ouviu mas nunca sonhou o significado

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.