Os 7 segredos da felicidade segundo a ciência

POR Rafael Miranda    EM Ciência e Tecnologia      17/03/15 às 12h59

Felicidade não é só um sentimento prazeroso que você sente. A ciência já provou que esse sentimento é muito mais profundo e que nos afeta de forma extraordinária. Na verdade, já foi comprovado que ser feliz ajuda um indivíduo a ter uma maior expectativa de vida e a ser mais saudável durante seu desenvolvimento.

A felicidade tem, ainda, o significado de bem-estar espiritual ou paz interior. Existem diferentes abordagens ao estudo da felicidade - pela filosofia, pelas religiões ou pela psicologia. O homem sempre procurou a felicidade. Filósofos e religiosos sempre se dedicaram a definir sua natureza e que tipo de comportamento ou estilo de vida levaria à felicidade plena.

A maior parte da nossa felicidade vem de nossas relações sociais. Apesar de a ciência não ter as respostas para tudo, eles já sabem bastante coisas sobre a "felicidade" e como ela nos afeta.

Cerque-se de pessoas felizes

10

Felicidade pode ser "contagiante". Uma longa investigação realizada pelo  Framingham Heart Study revela que se você participa de um grupo social que está com maiores níveis de felicidade, uma espécie de "efeito cascata" ocorre e faz com que você seja mais feliz perto dessas pessoas.

Ser mais otimista

13

Um estudo da Universidade de Harvard descobriu que os otimistas não são só mais felizes, mas são 50% menos propensos a ter doenças do coração, um ataque cardíaco ou um acidente vascular cerebral. Acontece que manter uma perspectiva positiva, na verdade, oferece proteção contra doenças cardiovasculares.

A ciência não tem boas notícias para os pessimistas. Aqueles que apresentam níveis mais baixos de felicidade em comparação com os otimistas têm três vezes mais chances de desenvolver problemas de saúde à medida que envelhecem, dizem os pesquisadores.

Trabalhar menos

16

Os dinamarqueses (considerados os mais felizes do mundo) parecem atingir um grande equilíbrio entre vida e trabalho, o que aumenta o seu nível de felicidade. Simplificando: Eles não trabalham demais. Na verdade, a jornada semanal de trabalho na Dinamarca é de 33 horas. Apenas 2% dos dinamarqueses trabalham mais de 40 horas por semana.

Concentre-se em experiências

????????????

Estudos mostram que as pessoas que se concentram em ter qualquer espécie de experiência social têm níveis mais elevados de satisfação, mesmo depois da experiência já ter passado.

Investigadores dizem que quando as pessoas se concentram em experiências, eles sentem uma maior sensação de vitalidade, o famoso sentimento de "estar vivo". A construção de experiências também te aproxima das pessoas ao seu redor, que podem contribuir para a sua felicidade.

Construa a sua rede social

12

Simplesmente por "ser" social, você pode aumentar sua expectativa de vida. A pesquisa mostra que um círculo de amizades pode aumentar nossos telômeros.

Os telômeros são as pequenas estruturas em nossos cromossomos de DNA que indicam nossa idade celular. De acordo com especialistas, quem não tem amigos próximos acaba tendo os telômeros mais curtos e, por sua vez, uma vida mais curta.

Outros estudos mostraram que a solidão leva a maiores taxas de depressão, problemas de saúde e estresse. Solução: Ter pelo menos um amigo próximo pode aumentar seu nível de felicidade e saúde.

Seja Voluntário

14

Pessoas prestativas são mais felizes com suas vidas do que aquelas que não o fazem, de acordo com dezenas de estudos. As Nações Unidas ainda credita ao voluntariado uma das razões que a Dinamarca é o país mais feliz do mundo. A alegria de ajudar os outros começa cedo. Um estudo feito em 2012 mostra que crianças preferem ajudar do que receber ajuda.

Os pesquisadores deram a dois grupos de crianças alguns lanches. Em seguida, perguntaram a um grupo se elas dividiriam seu lanche com outras crianças. As crianças que entregaram os seus alimentos mostraram uma maior felicidade por partilhar os seus bens, o que sugere que o ato de sacrifício pessoal é gratificante, dizem os pesquisadores.

O sacrifício não tem que ser grande. Uma pesquisa anterior descobriu que doação ou gastar poucos valores mas que seja em prol de outra pessoas também tem benefícios emocionais.

Basta começar a rir

15

Uma pesquisa mostra que rir não é apenas um sinal de felicidade. ela produz. Quando rimos, nossos hormônios que causam estresse diminuem e nosso nível de endorfina sobe. As endorfinas são as mesmas substâncias químicas do cérebro que estão associadas com a felicidade.

Rir também é bom para o seu coração. Um estudo descobriu que apenas 8% dos pacientes cardíacos que riam diariamente tiveram um segundo ataque cardíaco dentro de um ano, em comparação com 42% dos que não riam.

Estudos mostram nossos corpos não podem diferenciar entre uma risada falsa e uma risada real. Assim, você pode até fingir até que você que você está feliz e começar a rir atoa. Rir em seu carro, no chuveiro - forçar-se a começar a rir de alguns minutos todos os dias pode fazer bem para o seu corpo.

 

 

Rafael Miranda
Jornalista viciado em memes e amante da cultura pop.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+