O Big Bang é a teoria mais aceita pela classe cientifica para explicar como foi que o nosso universo surgiu. Muitas são as evidencias de que esse fenômeno de fato ocorreu, e por esse motivo, a teoria nem se quer é questionada.

O que se sabe hoje, a respeito do Big Bang é que o universo a princípio se encontrava em um estado bastante quente e denso, mas hoje após a grande explosão, tem se resfriado e expandido. Segundo evidências cientificas encontradas através da observação, podemos afirmar que tudo ocorreu há aproximadamente 13,3 bilhões de anos atrás.

Apesar de todos os avanços científicos ainda há muito a se explorar e descobrir sobre esse momento crucial, e que deu origem a tudo o que conhecemos hoje.

Publicidade
continue a leitura

E foi exatamente após ouvir a pergunta curiosa de uma criança a respeito do Big Bang, que o professor de física da Universidade de Washington, John Cramer, decidiu pesquisar a fundo, qual seria o som deixado pela grande explosão em nosso universo.

O professor passou 10 anos analisando as variações de temperatura na radiação que paira sobre o universo, e com isso ele conseguiu captar e traduzir para os ouvidos humanos, o som emitido pela explosão entre 380.000 e 760.000 anos após o grande momento. Isso significa dizer, que ele conseguiu literalmente replicar um trecho do som que a explosão gerou.

Publicidade
continue a leitura

Além do grande privilégio que é escutar este som, um outro fator anima a ciência, que é o fato de até então, acreditarmos que este ruído emitido pelo universo há muito havia se perdido.

Para entendermos melhor como é que tal captação foi possível, precisamos entender que tudo só se revelou, porque o professor descobriu que a expansão do universo produzia ondas maciças de som que ecoavam através do plasma e do hidrogênio e sondas da NASA foram utilizadas para coletar essas informações.

Abaixo confira o resultado dessa incrível descoberta!

Publicidade
continue a leitura

E então queridos leitores, você poderia imaginar que o som da criação seria semelhante a esse? O que mais te surpreendeu em tudo isso? Conta pra gente aqui em baixo pelos comentários!

Publicado em: 13/02/17 10h43