Para vencer discussão, mulher sai com 98 homens

POR Pietro Bottura    EM Curiosidades      15/08/14 às 23h38

Discussões acerca da utilidade ou não de relacionamentos são provavelmente mais antigas do que a descoberta do fogo ou da escrita, mas o que importa é saber que elas jamais terão conclusão. Cada pessoa acredita em uma coisa, mas algumas exageram nessas crenças. Esse é o caso da escritora estadunidense de 50 anos, Susan Winter.

Tudo começou com uma postagem no jornal Huffington Post, onde declarava que não tinha dificuldades para encontrar parceiros, mas que nenhum deles a satisfazia intelectualmente. Para a escritora, o conceito de namoro é uma falácia e não passa de uma situação "antinatural, entediante e desnecessária". Quando uma leva de respostas lhe disse que ela não havia encontrado o homem certo, com a conversa e a cabeça certas, Winter concordou em sair com qualquer pessoa que a convidasse, o que durou 9 meses e contabilizou 98 homens. Isso não significa que ela chegou a dormir com os 98, que foram uma mistura de amigos, colegas, recomendações e anúncios profissionais, além de indicações de uma casamenteira profissional. Aqui a foto da popular cinquentona:
148
"Homens desfilam seus brinquedos, enquanto mulheres ficam como vacas, porcos e cavalos desfilando para aceitação", são as palavras da escritora, que explica que, na maior parte do casos, tudo que os homens fizeram foi tentar mostrar seu poder de influência e contatos famosos, além de ostentarem viagens para o exterior, carros e propriedades. "Existe um grande mito de que para as mulheres sair para um encontro é divertido, e que deveríamos gostar disso. Estou convencida de que essa é uma conspiração construída para garantir a já presente forma de lucro que existe, com mulheres sendo forçadas a comprar roupas cara e maquiagem e homens sendo instigados a levá-las a restaurantes [de preços] exorbitantes para provar seu mérito", resume em seu artigo.

A-fancy-restaurant

Susan não deixa de estar certa, mas é impressionante que nenhum de 98 homens tenha sido interessante. Isso é o mesmo que sair com mais de 2 ônibus cheios inteiros, se pararmos pra pensar. E vocês, leitores, o que acham? Encontros são realmente situações planejadas, teatrais, ou é possível conhecer alguém de verdade levando a pessoa para jantar num restaurante? Qual é a melhor conversa para um primeiro encontro, já que não se pode falar sobre viagens ou carreira?

Pietro Bottura
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+