Ciência e TecnologiaCuriosidades

Pesquisadores conseguem “ouvir” um átomo pela primeira vez

0

De acordo com Per Delsing, professor, ganhador do Nobel de Fisica de 2012 e físico experimental da Universidade de Tecnologia de Chalmers, na Suécia, “nós abrimos uma nova porta para o mundo quântico ao falar com os átomos e escutá-los”.

Isso porque, numa incrível e criativa experiência, sua equipe criou um átomo artificial, feito de circuito elétricos quânticos. Com comportamento idêntico ao de um átomo “real”, o que diferencia esse microscópico invento é o fato de sua energia ser absorvida e dispersada primariamente através do som, e não da luz ou calor, como num átomo convencional. A foto, abaixo, mostra o invento, que tinha um microfone de alta captação posicionado ao seu lado:

zoomed_atom-w

A microscópica criação tem 0,01 milímetros e é feita com supercondutores, os mesmos usados em computadores com tecnologia quântica. Além disso, há um equipamento conversor de microondas elétricas em sonoras e também o inverso. Infelizmente, não é possível ouvir o som, já que ele fica 20 oitavas acima da tecla mais aguda de um piano. “Uma partícula destas é o som mais fraco que pode ser detectado”, afirmam os cientistas.

Apesar disso, a descoberta permite muito mais controle sobre partículas do que com a luz, já que o som viaja numa velocidade 100 mil vezes mais lenta que a de um fóton, e isso daria aos pesquisadores a chance de analisar melhor a movimentação de partículas quânticas. Na prática, isso significa transmissão de dados sem condutores físicos, armazenamento de quantidades infinitas de dados e processamento instantâneo de informações – o que você acharia de um desses pra jogar videogame?

Invenções para problemas que não existem

Matéria anterior

10 cidades-fantasma mais intrigantes do mundo

Próxima matéria

Comentários

Comentários não são permitidos

Fatos Desconhecidos Nós gostaríamos de enviar notificações dos últimos conteúdos e atualizações que fazemos.
Dismiss
Allow Notifications