Entretenimento

Quem é a irmã de Kim Jong-un?

0
PANMUNJOM, SOUTH KOREA - APRIL 27: North Koraen Leader Kim Jong Un (L) and sister Kim Yo Jong attend the Inter-Korean Summit at the Peace House on April 27, 2018 in Panmunjom, South Korea. Kim and Moon meet at the border today for the third-ever inter-Korean summit talks after the 1945 division of the peninsula, and first since 2007 between then President Roh Moo-hyun of South Korea and Leader Kim Jong-il of North Korea. (Photo by Korea Summit Press Pool/Getty Images)

Recentemente, alguns rumores sobre a saúde do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un tomaram conta de diversos portais de notícias. Com isso, uma série de especulações foram levantadas, sobre quem poderia suceder o Líder Supremo, que por sua vez, controla o país. Segundo a mídia japonesa, tudo aponta para que Kim Yo-Jong, a irmã de Kim Jong-un, assuma seu lugar.

Para se ter uma ideia, muitos sites da China e do Japão já afirmam que o ditador da Coréia do Norte morreu ou se encontra em seu leito de morte. Pela forma com que as informações têm chegado, acredita-se que não há esperança de recuperação. Contudo, o país ainda não se pronunciou sobre o ocorrido. Portanto, tudo que sabemos é que Kim Jong-un sofreu complicações, após uma cirurgia cardiovascular e seu estado é grave.

Quem é Kim Yo-Jong, a irmã caçula de Kim Jong-un?

Até o ano de 2010, Kim Yo-Jong havia sido vista em público poucas vezes. Sendo alguns anos mais nova que Kim Jong-un, que possui 36 anos, ela possui apenas 31 anos. Mas, fora isso, ainda sabemos muito pouco sobre essa membro da família que vem ganhando mais grande popularidade.

Em 2014, Kim Jong-un mencionou Kim Yo-Jong pela primeira vez, sendo identificada como uma “alta funcionária” do Comitê Central do Partido dos Trabalhadores da Coreia. Ainda no mesmo ano, Yo-Jong assumiu os deveres do Estado quando seu irmão esteve doente. Desse modo, ela pôde atuar enquanto Jong-un passava por um tratamento médico. Em seguida, ela foi nomeada vice-diretora do Departamento de Propagação e Agitação. Na época, Yo-Jong era responsável pela imagem pública do líder e se tornou uma das poucas mulheres que chegaram a ocupar algum lugar de destaque no regime do país.

Em 2017, Yo-Jong foi promovida pelo irmão para ocupar um importante cargo no Politburo do Comitê. Esse é o principal órgão do poder executivo do país. Em uma rápida comparação, a irmã do líder norte-coreano desempenhou funções equivalentes as de um Chefe de Gabinete. Depois disso, Yo-Jong continuou a ganhar destaque por onde passava.

Uma das poucas mulheres dentro do regime norte-coreano

Desde 2018, Kim Yo-Jong vem acompanhando o irmão em uma série de eventos. Entre eles, podemos citar o encontros de Kim Jong-un e Donald Trump, presidente dos Estados Unidos. Hoje, olhando para trás podemos dizer que Jong-un já estava pensando em uma sucessora. E, isso pode ser confirmado segundo informações da mídia japonesa, já que ela recebeu um treinamento acelerado no final de 2019. Ao contrário de sua tia, Kim Kyong Hee, que, por exemplo, levou cerca de três décadas para chegar ao Politburo, Yo-Jong fez esse percurso em apenas alguns anos. Mas para além disso, continua subindo em cargos do regime. Em outras palavras, em pouquíssimo tempo, ela efetivamente se tornou a segunda pessoa na hierarquia do regime norte-coreano.

Segundo informações oficiais, Yo-jong passou uma imagem benevolente ao irmão. Isso porque, ela sempre se apresentou como uma figura que segue os ideais de seu avô, Kim Il-sung, fundador da Coreia do Norte. Entretanto, por muito tempo, Kim Jon-un não viu sua irmã como uma ameça ao seu poder, mas sim, como um desafio à sua liderança. Hoje, podemos imaginar que muito dessa relação entre os irmãos mudou. E, por fim, só nos resta esperar mais capítulos do que está por vir.

7 coisas chocantes que aconteceram recentemente

Matéria anterior

Lótus Branca vs. Lotus Vermelho: quem tem os melhores dobradores em Avatar?

Próxima matéria

Você pode gostar