Curiosidades

Se você for preso, o que acontece com o seu cachorro?

0

Ir para a cadeia é algo que as pessoas jamais desejariam. Mas aqui no site da Fatos Desconhecidos, já mostramos para você alguns presídios que vão te dar muita vontade de ir para cadeia.

As pessoas vão parar na cadeia por crimes diversos. Algumas porque mataram, outras porque roubaram, umas fizeram coisas que a lei não permite e, acredite, até por estarem tirando uma simples selfie.

Quado se vai parar na cadeia, os presidiários costumam usar um uniforme com uma cor específica. Você sabe qual é o motivo? Mas antes de ir parar em uma cela, é necessário um julgamento e uma abordagem policial para te algemar.

Mas quando as pessoas vão presas, o que acontece com o cachorro delas? Quem que fica com a guarda do animal?

1

Muitos lares, hoje em dia, possuem um animal de estimação. Cães, gatos, periquitos, tartarugas, peixinhos, não importa qual sua preferência, sempre existe um lar com um animalzinho morando no fundo do quintal ou algum canto da casa.

Quando as pessoas viajam, costumam deixar o cachorro com uma vizinha/o, um amigo, um parente e saem tranquilo para o destino marcado.

3

Mas quando se vai preso por conta de um crime cometido, essa parceria de cuidar do cãozinho enquanto se está na cadeia pode não ser muito bem vista por algumas pessoas.

Nos Estados Unidos, segundo o oficial de polícia de Los Angeles, Matthew Ludwig, o preso pode solicitar que os oficiais peçam a alguém da família para que possa buscar o animal, mas que nos grandes casos não existe uma jurisdição com política formal para isso. “Normalmente, é um membro da família que cuida do cão.” Mas quando não há alguém que se disponibilize, a questão se volta para a prisão.

2

Ele afirma que “Podemos chamar nossos supervisores para o conselho”. Na cadeia de Kitsap County, em Washington, o proprietário pode escolher entre ter o animal na custódia de alguém da família ou o encarcerado pagar US $ 16,29 por dia para custear um serviço de custódia de animais.

O que acontece em Los Angeles

4

O cão é encaminhado, inicialmente, para um abrigo municipal por 30 dias. Se caso não apareça alguém para se responsabilizar, o cão vai para a adoção. No Brasil, o mais comum é alguém da família do preso cuidar do cachorro.

7 desenhos que te fizeram passar mais medo do que vários filmes de terror

Artigo anterior

Como está Ana Paula após sua expulsão do BBB?

Próximo artigo