Site oferece hospedagem quase de graça ao redor do mundo

POR A redação    EM Ciência e Tecnologia      02/09/15 às 19h03

O site World Wide Opportunities on Organic Farms apresenta uma proposta, no mínimo, intrigante. Por meio dele é possível fazer parte de um projeto que abrange mais de 50 países em todo o mundo. A Rede Mundial de Oportunidades em Fazendas Orgânicas funciona da seguinte maneira: o usuário se cadastra e, sob o pagamento de uma anuidade, escolhe uma fazenda ao redor do mundo que melhor se aplique a suas habilidades.

Só isto. Semelhante ao processo de Au Pair (em que garotas estrangeiras viajam o mundo como babás), resta esperar pelo contato do proprietário e partir para fora do país. De quebra, o participante que se hospedar pode aprender mais sobre o cultivo de produtos orgânicos e ter uma experiência de vida diferente.

Em troca pela hospedagem (e alimentação), o viajante trabalhará durante meio período na plantação em que escolheu. É uma boa oportunidade para partilhar experiências, conhecer o mundo e pessoas diferentes, além de realmente mudar a rotina e vivenciar um contato com a natureza que só uma fazenda orgânica é capaz de proporcionar.

Para uma pessoa que está frustrada com a vida profissional, esta pode ser uma alternativa bem eficiente para viver novos ares. Isto sem citar estudantes da área que estão a procura de uma intercâmbio. O site não chega a oferecer um estudo específico, mas a experiência certamente chega perto.

Web

De acordo com o site, o projeto existe desde a década de 70, mas só agora tem experimentado uma grande expansão, graças a facilidade que o cadastro pela internet proporciona. São milhares de fazendas cadastradas em mais 50 países nos cinco continentes. Confira o vídeo que apresenta o projeto e veja se não vale a pena partir para esta aventura em prol de um mundo mais sustentável:

Para mais informações, veja no site do WWOOF

A redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+