Terra será destruída por alienígenas por ser muito barulhenta

POR A Redação    EM Ciência e Tecnologia      28/04/14 às 18h54

Calma que não foi a gente que inventou essa história. A ideia de que os ETs vão se revoltar com nosso barulho e destruir de vez a Terra faz parte de uma teoria recém-lançada pelo físico John Brandenburg, no encontro da Sociedade Americana de Física, que aconteceu em Illinois, nos Estados Unidos.

Segundo o teórico, assim nosso destino no "planeta água" será tão cruel e implacável quanto foi o dos habitantes de Marte, que simplesmente foram cortados do mapa por alienígenas furiosos, à frente de um ataque nuclear. Dá para acreditar?

[caption id="attachment_23479" align="alignnone" ]1 John Brandenburg[/caption]

Conforme  Brandenburg, os alienígenas são hostis e sem paciência com "civilizações jovens e barulhentas", como a nossa. Ele também defende que o fim dos marcianos pode ser comprovado devido à alta presença de xerônio-129, urânio e tório na superfície do planeta, o que indicaria que o lugar foi alvo de uma grande explosão nuclear.

Antes disso, no entanto, o físico acredita que Marte contam com clima bem parecido com o da Terra, onde era possível plantar e criar animais. Brandenburg chega a comparar a civilização de marcianos com a dos antigos egípcios, em questões de recursos e conhecimentos.

2

Agora o físico pretende convencer a NASA de que é preciso fazer uma pesquisa aprofundado no território do planeta vermelho. A intenção da expedição, segundo o teórico, é investigar o que ocorreu por lá, para evitar que a Terra tenha um fim tão devastador quanto o que estaria sendo planejado pelos ETs.

O que você pensa sobre essa história?

Gosta de ler sobre o assunto? Então não deixe de clicar também em "Fotos tiradas de alienígenas em 1947 são reveladas nos Estados Unidos" e "Som misterioso é escutado em todo o planeta".

A Redação
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+