• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

Uma homeopata canadense está tratando um garotinho com saliva de cão raivoso

POR Mateus Graff    EM Ciência e Tecnologia      19/04/18 às 19h28

Para quem não sabe, a raiva canina é transmitida pelo contato com a saliva de um cachorro que está doente, principalmente por meio da mordida. A doença pode demorar alguns dias para se manifestar no animal e infelizmente em quase 100% dos casos a doença costuma ser fatal. Os sintomas? Agressividade do animal, salivação excessiva, paralisia e até mudanças de comportamento.

Pois bem, um homeopata do Canadá chamada Anke Zimmermann, tem sido bombardeada por críticas depois de relatar como estava tratando um menino de apenas 4 anos de idade com homeopatia com saliva de cão raivoso. Parece absurdo, certo? Bom, a gente conta mais sobre essa história que está deixando muitas pessoas preocupadas.

Os sintomas de Jonah

O menino que está sendo tratado foi apresentado como Jonah e sua mãe procurou Anke pelo fato dele ter sido motivo de reclamações na escola. O curioso é que o garoto estava com os mesmos comportamentos que um cão raivoso e, de fato, estava com raiva.

O garoto pedia o controle facilmente e tinha dificuldades para dormir porque achava que lobisomens iriam invadir o seu quarto. Ele também pedia para mãe chamá-lo de cachorrinho e não permitia nenhuma forma de afeto, apenas cheiradas e lambidas.

Anke afirma que quando o garotinha era apenas um bebê, ele levou uma pequena mordida de um cachorro na praia. Provavelmente o cachorro estava infectado pela raiva e transmitiu para Jonah.

O tratamento

Anke diz que já viu alguns casos parecidos e que um remédio natural chamado Lyssinum, produzido com a saliva do cão raivoso, tem uma grande história na homeopatia. Esse relato de Anke deixou muita gente revoltada. A agência que regula os medicamentos no Canadá, por exemplo, foi criticada junto a Anke e a mãe da criança por terem exposto o garoto ao vírus da raiva, que pode ser fatal.

Já a oficial de saúde Bonnie Henry disse em uma entrevista que está preocupada, dizendo que "de jeito nenhum eu consigo entender por que iríamos ter qualquer coisa que contém saliva de cão raivoso aprovada para uso neste país."

Já a médica ginecologista Jen Gunter fez uma publicação dizendo que "enquanto nenhuma criança sairia machucada com essa terapia placebo, é óbvio que há a possibilidade de que exista um problema médico real que precisa de tratamento."

Anke diz que o menino apresentou melhoras no comportamento apenas uma semana depois do início do tratamento. Ela disse que o garoto parou de ter medo de lobisomens, voltou a ir a escola e já teve gestos de afeto com a mãe. Até o momento não há registros de pessoas que usaram o Lyssinum e contraíram raiva, o que sugere que homeopatia não usa vírus ativos em seus tratamentos.

Mas e você, acredita que o tratamento com a saliva do cão raivoso pode curar um garoto com raiva? Comente!

Próxima Matéria
Mateus Graff
https://www.instagram.com/mateusgraff/ https://www.facebook.com/mateus.adjutomartinsgraff
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você


Fatos + Deezer (Podcast)

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+