Entretenimento

A vida desse sem-teto mudou completamente depois que ele ofereceu seu casaco a um casal que estava morrendo de frio

0

Charlotte Ellis e seu namorado Taylor Waldon perderam o trem que saía de Covent Garden, em Londres, Reino Unido. O casal ficou preso, no frio e teve que esperar 4 horas até que o próximo trem saísse. Enquanto esperavam, com muito (muito!) frio, um homem, morador de rua, chamado Joey, se aproximou do casal e disse: “Vocês podem pegar meu casaco e meu edredom se quiserem, é uma longa espera e a noite está congelando.”

Depois disso, os três se sentaram e começaram a conversar. Quando chegou a hora de pegar o trem, o casal não conseguiu apenas se despedir do novo amigo, deixando-o ali, nas ruas. Charlotte, uma planejadora de casamentos, postou em seu Facebook: “Ninguém merece estar nessas condições”.

Então, o que aconteceu a seguir mudou completamente a vida de Joey. Ellis o convidou a ir para sua casa com ela, no começo, o homem ficou chocado e recusou o convite. Ela ainda disse em sua rede social: “Não estou dizendo que você deve confiar em todos que encontrar pela rua, mas em quem exatamente você deve confiar?” E, mesmo com medo da reação de sua mãe, ela sabia que não podia simplesmente deixar o novo amigo para trás.

02

Mas foi só quando Waldon disse a Joey que o casal não iria embora se ele não fosse com eles, que enfim ele cedeu. “Nós pegamos um táxi para casa, e para o horror de Joey ele acabou indo parar em uma cabana na floresta, no meio do nada (eu não consigo nem imaginar o que ele deve ter pensado de início). Ele colocou toda sua confiança em nós. Da mesma forma que nós colocamos nossa confiança nele.”, disse Charlotte.

O sem-teto ficou tão emocionado com as ações de seus novos amigos, que ofereceu o próprio casaco como demonstração de gratidão. Charlotte disse que a reação de sua mãe foi o que ela esperava “assim que ela o conheceu entendeu o porque de termos feito o que fizemos. Eu sabia que ela iria entender.”

A reação de todo mundo foi unânime, até que conhecer Joey. “Inicialmente, todos os meus amigos e familiares pensaram que nós estávamos loucos e pensaram o pior”, admitiu Charlotte. “Depois de apresentá-los à Joey, todos o amaram instantaneamente, porque ele é um cara genuinamente honesto.”

Então, depois de conhecê-lo, todos começaram a ajudar. O levaram para cortar o cabelo, ter uma boa refeição, alguns amigos do casal lhe deram roupas novas. “Levamos ele a um restaurante indiano, cortamos o seu cabelo e demos um celular. Meus amigos deram roupas, jogaram futebol, assistiram a ‘Django’ e jogaram Playstation com ele. Joey ajuda minha mãe a alimentar os cavalos e também teve um assado no jantar”, Ellis postou.

Essa história aconteceu no dia 4 de janeira e apenas 5 dias depois de conhecer Charlotte e Taylor, Joey conseguiu um emprego. “Agora ele não está vivendo nas ruas. Tudo o que ele precisava era que alguém tivesse fé nele e fizesse diferença na vida dele. Ele é o mais incrível, interessado e maravilhoso humano que nós já conhecemos, e sou muito abençoada de ter sido parte desse processo de tirá-lo das ruas […] doe um pouco do seu tempo. Não custa nada”.

Charlotte também quis que as pessoas soubessem que “Só porque alguém mora na rua não quer dizer que é pior do que eu ou você. Sem-tetos não são drogados ou alcoólatras, nem todos os moradores deveriam ser tachados como más pessoas. Eles são como eu e você”.

Então pessoal, o que acharam dessa história? Algo parecido já aconteceu com vocês? Encontraram algum erro? Ficaram com dúvidas? Possuem sugestões? Não se esqueçam de comentar com a gente!

7 mortes mais terríveis da história dos quadrinhos

Matéria anterior

10 super-heróis bem mais fortes que o incrível Superman

Próxima matéria

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.