Curiosidades

8 palavras do dialeto gay que você não fazia ideia do que significava

0

Graças à Linguagem, o homem passou a se comunicar de forma mais incisiva e direta. A partir de então, vieram os símbolos e logo depois as letras, que formavam palavras, frases e consequentemente, um vocabulário. Dentro de uma comunicação aparentemente rígida, nasceu a linguagem informal, acompanhada de expressões mais leves, curtas e corriqueiras, as caracterizadas “gírias”.

Dentro de todo esse contexto, nasceu a linguagem Pajubá, criada de forma espontânea, originalmente em regiões de presença africana marcante, no Brasil. Como foi bastante utilizada para que muitos não a compreendessem seus significados, passou a ser usada também como código entre travestis e toda a comunidade LGBT.  A palavra “Pajubá” corresponde às expressões “falar na língua do santo” ou “enrolar a língua”, quando se quer dizer algo para que outros não entendam. É claro que, com o passar do tempo, o mundo gay incluiu muitas outras palavras nesse dialeto, já não relacionando-se à cultura africana.

Muitas dessas gírias, são nitidamente reconhecidas por qualquer um, por apresentar uma facilidade na associação da palavra com o sentido. Porém, algumas delas realmente não lembram nada familiar e ficamos perdidos, sem ter noção alguma do que aquilo significa. Conheça agora 10 palavras desse Dialeto Gay, que você não fazia ideia do que significava.

1 – Bee

amistad-gay

Nesse caso, Bee não quer dizer “abelha” em inglês, é apenas a abreviação de bicha (homem homossexual). Corresponde a uma maneira carinhosa no meio gay de se referir a alguém durante uma conversa, como por exemplo: “Bee, me passa o sal?”

2 – Pão com ovo

pao-com-ovo-casa-dos-sucos-650x400

Não, não é o pão com zóião. “Fulano é tão pão com ovo” nada mais é do que alguém de caráter duvidoso, sem classe ou ética. Pejorativamente, caracteriza pessoas economicamente pobres ou até mesmo sem conteúdo inteligente. Pão com ovo também possui o mesmo sentido de qua-qua-qua.

3 – Picumã

finalizar-penteado-iStock_000017845946_Large-1

Picumã é uma gíria para cabelo. Na descrição de significado no dicionário, a explicação, ao pé da letra, é: teia de aranha tornada negra pela ação da fuligem.

4 – Truqueiro

lider passar a perna

Ao pé da letra, o truqueiro parece ser alguém com boa habilidade para o carteado (especificamente truco) ou alguém que coleciona truques por onde passa, mas no dialeto Pajubá, truqueiro é aquela pessoa que tem o hábito de passar as outras para trás, de maneira maliciosa.

5 – Tô Sépian!

ddsj03

Com certeza você já ouviu o termo “Tô bege!”, mas “Tô Sépia” é novidade. Caracteriza uma expressão de espanto ou admiração. Refere-se a categoria “Sépia” da fotografia, aquela com a coloração avermelhada, simbolizando uma entonação sentimental. Sinônimo de “Tô passada!” e “Tô bege!”.

6- Uó

entediado

Nos anos 70, dizia-se muito a expressão “isto é o ó do borogodó”. Primordialmente, borogodó era considerado algo ruim e o tal “ó do borogodó” se abreviou a “uó do borogodó”. Posteriormente, reduziu-se apenas a .

7 – Dar a Elza

uuuu

A expressão “dar a Elza” significa roubar; se apropriar de algo indevidamente. Por exemplo: “Ele me deu a Elza! Levou a minha carteira enquanto tava no banheiro” ou “Não dá mole criatura, olha a Elza”. Provavelmente, essa Elza não era flor que se cheire.

8 – Odara

muha_bazila_2

Caetano Veloso já dizia “Deixa eu dançar, que é pro mundo ficar Odara”. No dialeto Pajubá, originalmente africano, a palavra Odara é o mesmo que bom, legal, bonito, maravilhoso. No dialeto gay, Odara se remete ao tamanho grande, geralmente, comparado ao avantajamento do pênis.

O que você achou da matéria? Comente e compartilhe com seus amigos!

O que aconteceria se um meteoro caísse na Terra nesse exato momento?

Matéria anterior

5 situações dramáticas que só quem teve muita espinhas já viveu

Próxima matéria

Mais em Curiosidades

Você pode gostar

Comentários

Comentários não permitidos.