11 fatos que quase ninguém conhece sobre os Beatles

POR Thamyris Fernandes    EM Entretenimento      06/08/14 às 22h24

Não é preciso dizer que The Beatles foram um sucesso astronômico. Aliás, depois de anos da separação do grupo e da morte de alguns de seus ex-integrantes, a banda ainda continua fazendo sucesso e sua música ainda conquista novos fãs todos os dias, ao redor do mundo.

Outro fato curioso sobre eles é que, mesmo depois de tanto tempo, há detalhes sobre a trajetória que trilharam que são novidades para o público, mesmo para os mais fanáticos pelos meninos de Abbey Road. Confira, abaixo, alguns desses "segredos" que ainda estavam guardados sobre os Beatles e que quase ninguém ouviu falar:

1. Xixi

1

Dizem que os lugares onde os shows da banda aconteciam ficavam com um cheiro super forte de urina, uma vez que as menininhas, muitas vezes, não conseguiam segurar a emoção ao vê-los em ação. John B. Lynn - filho do proprietário de um local onde a banda tocou certa vez- confirmou esse rumor ao Washington Post.

2. Virgindade assistida

Gifs TK TK

Quando George Harrison perdeu a virgindade os outros Beatles assistiram a tudo secretamente. Eles aplaudiram quando ele terminou. Essa passagem, inclusive, está no livro de Mark Lewisohn, "Tune In", que consiste em uma enorme pesquisa antológica sobre a carreira da banda;

3. The End

2

Dizem que o final dos Beatles aconteceu no Magic Kingdom de Walt Disney World. Em seu livro, "Instamatic Karma", a ex-namorada de John Lennon, May Pang, relata o momento em que Lennon terminou oficialmente o grupo. Ela estava de férias, na Disney, com o músico e presenciou esse triste momento histórico;

4. Comunidade alternativa

3

Os Beatles tinham intenção de, um dia, criar uma comunidade própria nas ilhas gregas. Aliás, em 1967, eles quase compraram uma ilha, costa de Atenas, na Grécia. O grande incentivador do plano, claro, era John Lennon;

5. Café com LSD

Beatles

Foi John Riley, um dentista amigo dos integrantes da banda, que os apresentou o LSD. Uma noite, enquanto saíram para jantar , ele colocou a droga no café do pessoal. Cynthia Lennon, na época esposa de John Lennon, relatou - anos mais tarde - que depois de provar a droga, ela teve a sensação de que poderia se apaixonar por qualquer pessoa que conheceu naquela noite. Isso aconteceu em meados de 1965;

6. Beatles no Raio-X

4

A música dos Beatles, juntamente com muitas outras bandas ocidentais, foi proibida na União Soviética, o que fez dos vinis da banda - durante Beatlemania - um artigo de luxo no país, especialmente porque só estavam disponíveis no mercado negro. Uma solução engenhosa, na época, foi a impressão dos vinis em exames de Raios-X, que eram roubados das lixeiras hospitalares ou comprados de particulares.

Esses exames se tornaram o que ficou conhecido como "música nos ossos". A prática, aliás, começou nos anos de 1950;

7. Preservativo em chamas

Beatles Perform In Liverpool

Os Beatles passaram a maior parte de 1960 vivendo nos fundos de uma casa de shows, em Hamburgo, na Alemanha. Eles moravam em instalações próximas ao banheiro do estabelecimento e há boatos de que tinham que usar os penicos para conseguirem tomar banho no lugar. Eles estavam tentando crescer e precisavam poupar grana nessa época.

Acontece que, certa noite, McCartney e o então baterista, Pete Best, colocaram fogo em um preservativo dentro do quarto. Isso irritou o dono do lugar, que chamou a polícia. O resultado desse episódio foi que McCartney e Best acabaram deportados, finalizando essa etapa dos Beatles nas terras germânicas;

8. Pioneiros

6

Os Beatles acabaram sendo os primeiros a fazer muitas coisas. Eles foram os pioneiros, inclusive, na impressão das letras das músicas nos álbuns, na criação de videoclipes das canções e na ideia de fazer um show num estádio.

Mas a ousadia mais bizarra que atribuem à banda são os famosos "chifrinhos" do Rock: dizem que a primeira vez que o gesto apareceu na capa de um álbum foi em "Yellow Submarine". O gesto icônico - que ficou associado às bandas de rock -, aliás, foi feito por John Lennon;

9. Beatlemania nos Estados Unidos

US-ENTERTAINMENT-FILM-MUSIC-AUCTION

Dizem que foi uma adolescente de Maryland, chamada Marsha Albert, que deu início à Beatlemania nos EUA. Na época ela tinha apenas 15 anos, quando conheceu a banda e decidiu ligar para uma rádio local. Ela teria perguntado porque eles (os americanos) não escutavam esse tipo de música, que estava sendo feita pelos Beatles, na Inglaterra.

O DJ da estação, então, rastreou uma cópia de "I Want To Hold Your Hand " e colocou as músicas da banda no ar. Rapidamente o som dos britânicos se espalh ou por outras rádios americanas e a mania pelos Beatles teve início;

10. Alguns drinks depois...

8

John Lennon estava bêbado no dia em que conheceu Paul McCartney. Isso aconteceu no dia 6 de julho de 1957. Paul McCartney tinha 15 anos e John Lennon, 16. Eles se encontraram no show de uma banda chamada The Quarrymen e, depois da apresentação, acabaram tocando juntos;

11. Reconhecimento do Vaticano

Gifs TK TK

Depois que o Vaticano chamou a música da banda de satânica, após Lennon dizer que o grupo era mais popular que Jesus Cristo, alguns anos se passaram até uma "reconciliação" entre a igreja católica e os astros da música acontecesse. Aliás, o fato só foi possível por meio de um artigo, publicado em 2010, pelo próprio Vaticano; dizendo que "Revolver" foi o melhor álbum Pop de todos os tempos;

Thamyris Fernandes
EQUIPE FATOS DESCONHECIDOS, BRASIL
As categorias Terror, Sobrenatural, CreppyPasta e entretenimento tem o único objetivo de entreter. Não devem ser utilizadas como fontes de artigos científicos ou trabalhos escolares.

Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.
Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+