• MAIS LIDAS
  • QUIZ
  • VÍDEOS
  • ANUNCIE

7 fatos bizarros que você não sabia sobre o corpo do Voldemort

POR Gabi Noronha    EM Séries e Sagas      24/08/18 às 17h06

Toda a saga de Harry Potter gira em torno do garoto que sobreviveu ao ataque mortal de Voldemort, um dos maiores bruxos de seu tempo. No entanto, antes de chegar a ser altamente temido, ele era conhecido como Tom Riddle, nome herdado de seu pai Trouxa. Seus poderes começaram a florescer ainda criança e, quando ele ingressou na Escola de Magia e Bruxaria de Hogwarts, passou a se envolver com magia negra.

Tom ficou cego por mais poder e sua constante busca pela imortalidade o levou a caminhos sombrios. Ele desapareceu, se exilou a fim de treinar seus estudos. Aos poucos, ele deixou de ser o jovem garoto ambicioso Tom Riddle e se transformou no bruxo Voldemort. Com o tempo, ele se tornou mestre das Artes das Trevas e foi capaz de dominar todas as habilidades relacionadas a magia. A seguir, confira algumas curiosidades a respeito de seu corpo.

1 - Olhos afundados e corpo degradado

Os olhos afundados de Voldemort se devem a sua conexão com as Artes das Trevas. Ele começou a estudar magia negra muito cedo, ainda como Tom Riddle. A transformação de seu corpo foi um dos preços que precisou pagar. Foi um processo demorado; quanto mais a usava, mais precisava arcar com as consequências. Nem todas as experiências realizadas por Voldemort deram certo da primeira vez. Assim, cada falha cometida era marcada em seu corpo.

2 - Era meio-Trouxa

Voldemort sempre teve implicância não apenas com Trouxas, mas também com os bruxos nascido-trouxas e mestiços. O engraçado, contudo, é que a grande ironia de sua vida é fazer parte do segundo grupo. Tom Riddle era filho de um Trouxa com uma bruxa, e sua concepção foi gerada pelo "amor" entre eles. Isso porque sua mãe usou uma poção do amor para ficar com o homem que gostava. Quando deixou de envenená-lo, Riddle a deixou. A essa altura, ela já estava grávida. Quando a criança nasceu, colocou o mesmo nome do pai, Tom Riddle. O ódio por Trouxas se intensificou depois que ingressou em Hogwarts. Ele acreditava que seu pai havia abandonado a família, um sentimento otimizado pelas Artes das Trevas.

3 - Não precisava de varinha

O universo de Harry Potter nos ensinou que um bruxo não é nada sem sua varinha. Por mais conhecimento que tenha, na hora da briga, sem o canalizador de feitiços não há combate. Entretanto, essa suposta regra não se aplica a Voldemort. O personagem pode usar magia sem nenhum tipo de condutor - algo demonstrado ainda quando criança, período no qual já podia falar com animais e mover objetos com a mente. Durante sua estadia no orfanato, ele aproveitava seus poderes para machucar as outras crianças do lugar. Embora não seja incomum para crianças bruxas, Tom fazia com uma frequência acima do normal.

4 - Podia possuir outros corpos

O corpo de Voldemort foi destruído quando ele tentou matar Harry ainda bebê. Depois de matar Lily Potter, ele não tinha mais para onde retornar. Sua existência se tornou uma essência fantasmagórica. Ele vagava em busca de seres mais fortes para sobreviver. No começo, possuía animais, porém sua magia ficava limitada. Foi somente quando possuiu o professor Quirinus Quirrel que ele encontrou um jeito de voltar ao mundo dos vivos.

5 - Se alimentava de sangue de unicórnios

Mesmo tendo sobrevivido passando de um animal para outro, Voldemort ainda estava fraco. Sem corpo e com o resto da alma danificada pelo ataque a Lilly e Harry, ele precisava se recuperar de alguma forma. Quando dividiu o corpo com o professor Quirinus Quirrel, ele obrigou o homem a beber sangue de unicórnio. O fluído desse animal tinha habilidades de cura. Voldemort precisava do sangue tanto para se reabilitar, como para não deixar Quirrel morrer pelo compartilhamento do corpo.

6 - Mestre da transfiguração

Uma habilidade dominada e bastante usada por Voldemort é a arte da transfiguração. O bruxo consegue assumir a forma de outra pessoa facilmente. Apesar de o feitiço parecer simples, ele é muito difícil de conjurar. Com o tempo, ele foi capaz de controlar a técnica tão bem que podia ficar longos períodos transformados. Seu poder nessa área ainda foi além. Em A Ordem da Fênix, ele transformou Nagini na velha Bathilda Bagshot.

7 - Era capaz de modificar a memória de terceiros

Com base na Oclumência e na Legilimência, Voldemort era capaz de controlar praticamente qualquer pessoa. A primeira lhe permitia proteger sua própria mente de ataques, enquanto a segunda lhe dava o poder de entrar no consciente de terceiros. Snape chegou a dizer que Voldemort não conseguia ler os pensamentos de suas vítimas, mas era capaz de alterar suas memórias e deixar a pessoa sob seu controle.

Próxima Matéria
Via   SR  
Gabi Noronha
Resumindo, é basicamente isso! Mais aventuras em Instagram: @gabinoronhaf
Viu algum erro ou gostaria de adicionar alguma sugestão a essa matéria? Colabore, Clique aqui.


Matérias selecionadas especialmente para você

Curta Fatos Desconhecidos no Facebook
Confira nosso canal no Youtube
Siga-nos no
Instagram
Siga Fatos Desconhecidos no Google+